segunda-feira, 12 de outubro de 2015

A gasolina e o papel higiênico na Venezuela

“A Venezuela não tem papel higiênico, mas a gasolina é de graça. Para encher o tanque de um carro médio com capacidade de 45 litros com gasolina Premium sem álcool com octanagem 95 custa em R$ 0,05! Repito, não estou mentindo: CINCO CENTAVOS DE REAL! Ou seja, você pega aquela moedinha esquecida de 10 centavos e coloca no seu carro 45 litros de gasolina Premium sem álcool com a melhor octanagem 95 e ainda dá 5 centavos de gruja ao frentista. Agora vem o melhor: A GASOLINA É DA PETROBRAS!”

Pedro M. Gorrochotegui, um amigo venezuelano que voltou à sua terra e está passando uns tempos por lá para cuidar da sua mãe.

9 comentários:

  1. Respostas
    1. (argento) ... "quando a Medicina Acerta" - em: "Hemorroida....a cura final" - acertou na ÁGUA, os outros remédios servem apenas para tornar mais confortável o processo de Regeneração ...

      Excluir
  2. (argento) ... limpar o cu não é um problema relevante, há diversas formas "alternativas" de fazê-lo, a mais radical é não comer (economiza gasolina com transporte); mas para andar de automóvel só com combustível mesmo, como a produção de automóveis Latrino Americanos não pode parar ...

    ResponderExcluir
  3. Gasolina brasileira sendo vendida mais barata no exterior não é novidade. Desde os anos 80 que a gasolina brasileira é vendida na Argentina por metade do preço do Brasil. Mas o caso da Venezuela é outro, o preço é completamente artificial. A Venezuela atual produz apenas duas coisas, petróleo e desgraça,

    O petróleo é exportado para comprar outros produtos, inclusive gasolina, para exportar mais petróleo compram mais gasolina. Então acontece o seguinte, se cobrarem o preço real da gasolina, vai sobrar a maior parte e vão importar menos gasolina, diminuindo também a exportação do petróleo.

    É o sistema mais perverso que já vi, felizmente a Venezuela exporta petróleo em vez de celulose, senão exportariam celulose e importariam papel higiênico que seria distribuído de graça, a população teria que defecar umas dez vezes por dia para não diminuir a exportação do celulose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. (argento) ... disto podemos "observar" que a Economia, como praticada, é uma Pseudo-Ciência cujas Ferramentas são a Moeda, o Câmbio e as Crises ...

      Excluir
    2. Não é gasolina brasileira sendo vendida mais barata no exterior e sim gasolina venezuelana sendo "feita" pela Petrobras na Venezuela.

      Excluir
    3. A contabilidade é a mesma, a Venezuela, ou seus ditadores, fazem propaganda em cima da produção de petróleo, se o consumo interno baixar, tem que baixar também a produção.

      Excluir
  4. (argento) ... adoro mocotó! - sábado fui ao mercado comprar mocotó e temperos para um Caldo; entre os temperos comprei dois pacotinhos de azeitonas; por desatenção trouxe um de azeitonas "Lait", 20% mais cara, mesma marca, mesmas azeitonas, ambas embaladas em plástico transparente; o "detalhe" é que nas "laites", a água leva menos sal ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você já fez as contas de quanto custa produzir a azeitona comum e DEPOIS tirar uma parte do sal que tem na água? KKKKKKKKKKK

      Isso me fez lembrar de um cara que o Jô entrevistou, que colecionava placas estranhas. Uma delas, dos anos 50 ou 60 numa padaria do Rio de Janeiro ficou em minha memória (em mil réis):

      Pão com manteiga: 1,20
      Pão com margarina: 1,00
      Pão sem margarina: 0,80
      Pão sem manteiga: 0,60

      Excluir