quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Alguma dúvida sobre o comprometimento do Ibope com o PT?


As pesquisas do Ibope para o Jornal Nacional são cercadas de sigilo absoluto para evitar vazamentos. Apesar disso, o cientista político Alberto Carlos Almeida, intimamente ligado a Lula, sabia o resultado com bastante antecedência, a ponto de divulgá-lo no Twitter muito antes do que a própria TV Globo.

Ex-conselheiro de Lula divulgou resultado de pesquisa Ibope com uma hora de antecedência

Marcelo Faria

O cientista político Alberto Carlos Almeida, que em 2016 aconselhou Lula a assumir um ministério para evitar ser preso, divulgou com mais de uma hora de antecedência em seu Twitter o resultado da pesquisa Ibope desta terça-feira (18).

Postada às 19:37, a mensagem informava: “Parece que o Ibope vem assim – B28, H19, C11, G7, M6”. Divulgado oficialmente pela Rede Globo às 20:57 – uma hora e 20 minutos depois do tweet – o resultado da pesquisa Ibope foi exatamente o mesmo do divulgado por Alberto: Bolsonaro com 28%, Haddad com 19%, Ciro com 11%, Geraldo Alckmin com 7% e Marina Silva com 6%.

(http://www.ilisp.org/noticias/ex-conselheiro-de-lula-divulgou-resultado-de-pesquisa-ibope-com-1-hora-de-antecedencia/)


O esperneio de um estatista


Carlos Newton, da Tribuna da Internet, resolveu defender com unhas e dentes que a Petrobras é viável como está, que não deve ser privatizada e, de quebra, ainda acusou Pedro Parente de gestão temerária e entreguista. Diante das inúmeras críticas, saiu-se com essa:

“O mais infantil, porém, foi criticar a Petrobras por ter mais funcionários do que as outras petroleiras, desconhecendo-se que a maior parte dos empregados delas é de terceirizados… E assim fica difícil o debate, a troca de ideias sobre um assunto de máxima importância.”

Não aguentei e mandei:

Cumequié, Carlos Newton? Quer dizer que o seu argumento contra as críticas é que a maioria dos empregados das outras petroleiras é de terceirizados?

Pois é. Então fique sabendo que segundo dados da própria Petrobras (http://www.petrobras.com.br/fatos-e-dados/contratacao-de-terceirizados-respostas-ao-globo.htm), em 2014 ela tinha 86.108 empregados contra 360.180 prestadores de serviço, ou seja, quatro vezes mais (em 2002 eram 121.225 terceirizados contra 40.395 empregados). Portanto, esse seu argumento é furadíssimo.

E outra coisa. Pedro Parente, aquele que você acusa de gestão temerária e entreguista, reduziu o número de terceirizados para 117.555 e o de funcionários para 68.829. Ou seja, uma redução total de 259.904 empregados sem que houvesse nenhuma alteração na produção da empresa.

São fatos, e contra eles não há argumentos, apenas esperneio de quem se recusa a aceitar as evidências.

terça-feira, 18 de setembro de 2018

Um texto perfeito de José Roberto Guzzo


PELA DESORDEM - JOSÉ ROBERTO GUZZO

Está sendo executado já há algum tempo no Brasil, de forma cada vez mais agressiva, um conjunto de ações que têm tido um efeito prático muito claro: tumultuar, desmoralizar e, no fim das contas, sabotar as eleições para escolher o novo presidente da República. O cidadão é alarmado, de cinco em cinco minutos, por bulas de advertência que afirmam que a eleição, a democracia e a Constituição estão sendo ameaçadas. Mas, por trás das notas oficiais e das outras mentiras prontas que são normalmente utilizadas para enganar o brasileiro comum, quem está realmente querendo destruir as eleições de outubro? Uma coisa é certa, segundo se pode verificar pelos fatos à vista do público: não são os generais do Exército, sejam eles da reserva ou da ativa, ou os oficiais de quaisquer das três Armas. A turma que quer virar a mesa, hoje, está exatamente do outro lado. Eles gritam “cuidado com o golpe”, com a “pregação do ódio”, com o “discurso totalitário” etc. etc. Mas parecem cada vez mais com o batedor de carteira que, para disfarçar o que fez, sai gritando “pega ladrão”.

É impossível cometer uma violência tão espetacular numa campanha eleitoral quanto a tentativa de assassinato praticada contra o candidato Jair Bolsonaro - mais que isso, só matando. O homem perdeu quase metade do sangue do próprio corpo. A faca do criminoso rasgou seus intestinos, o cólon, artérias vitais. Bolsonaro sofreu cirurgia extensa, demorada e altamente arriscada, e passará por outras. Só está vivo por um capricho da fortuna. Foi posto para fora da campanha eleitoral justo no momento mais decisivo. Poderia haver alguma agressão maior ou pior do que essa contra um candidato? É claro que não. O fato é que a tentativa de homicídio, cometida por um cidadão que foi militante durante sete anos da extrema esquerda, como membro do PSOL, desarrumou todo o programa contra a boa ordem da eleição presidencial. O roteiro, desde sempre, prevê que a esquerda fique no papel de vítima e Lula no de mártir, “proibido” de se candidatar e “perseguido” pela Justiça. Deu o contrário: a vítima acabou sendo justamente quem estava escalado para o papel de carrasco.

A opção da esquerda para enfrentar a nova realidade parece estar sendo “dobrar a meta”. Nada representa com tanta clareza essa radicalização quanto o esforço para fazer com que as pessoas acreditem que a tentativa de matar Bolsonaro foi apenas um incidente de campanha, “um atentado a mais”, coisa de um doidão que podia fazer o mesmo com “qualquer um” - na verdade uma coisa até natural, diante da “pregação da violência” na campanha. Ninguém foi tão longe nessa trilha quanto a responsável por uma “Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão”, repartição pública que você sustenta na Procuradoria-Geral da República. Depois de demorar quatro dias inteiros para abrir a boca sobre o crime, a procuradora Deborah Duprat soltou uma nota encampando a história de que houve “mais um ataque”. E quais foram os outros? Segundo a procuradora, o “tiro” que teria sido disparado meses atrás na lataria inferior de um ônibus no qual Lula circulava tentando fazer campanha no Paraná, escorraçado de um lado para outro pelos paranaenses.

Que tiro foi esse? Tudo o que se tem até agora a respeito, em termos de provas materiais, é um buraco na carroceria do ônibus - não há arma, não há autor, não há testemunha, não há nada. Mas a procuradora acha que isso é a mesma coisa que a agressão que quase matou Jair Bolsonaro. Acha também que a história se “conecta” com o assassinato da vereadora carioca Marielle Franco - vítima, possivelmente, de um acerto de contas entre criminosos. Enfim, joga a culpa da facada no próprio Bolsonaro, por elogiar “o passado ditatorial” do Bra­sil e ser contra as “políticas de direitos humanos”. Não chega nem a ser uma boa mentira - é apenas má fé, como a “ordem da ONU” para o Brasil deixar Lula ser candidato, ressuscitada mais uma vez. Se há um país que está em dia com as suas obrigações junto à ONU, esse país é o Brasil. Acaba de cumprir, entre 2004 e 2017, treze anos de missão de paz no Haiti, em que participaram 38 000 militares brasileiros - dos quais 25 morreram. Seu desempenho foi aplaudido como exemplar; não houve um único caso de violência ou desrespeito aos direitos humanos de ninguém, do começo ao fim da operação. Mas o Complexo Lula-PT-esquerda prega que o Brasil é um país “fora da lei” internacional, por não obedecer a dois consultores de um comitê da ONU que decidiram anular a Lei da Ficha Limpa. Estão, realmente, apostando tudo na desordem.


Estou começando a achar que o Brasil não tem jeito mesmo...


O PT no Senado:

Jorge Viana lidera com 43% no Acre;
Jaques Wagner na Bahia com 34%;
Suplicy em São Paulo, com 31%;
Dilma em Minas com 28%;
Fátima Cleide 25% Rondônia;
Paulo Paim está em 2º no Rio Grande do Sul com 27%;
Requião (oficialmente no MDB, mas é agente secreto do PT...) lidera com 40% no Paraná...

A verdade versus o que a esquerda tenta nos passar


segunda-feira, 17 de setembro de 2018

A VIOLÊNCIA DOS ESQUERDOPATAS CADA VEZ MAIS PERTO DE NÓS. ONTEM FOI UM AMIGO DO FACEBOOK


UMA QUESTÃO de INTOLERÂNCIA (ou EU VI a MORTE) ANTONIO NAHUD

Quase morri, caros amigos. Passei dia e noite do domingo no hospital. O que aconteceu? Petralhas atacaram-me. Na feira popular do Alecrim, capital potiguar, vestido com camisa verde-amarela estampada com a imagem do Capitão, fui cercado por cinco rapazes de vermelho. Ofenderam-me com os piores nomes, rasgaram minha camisa, pisaram e cuspiram nela.

Por fim, eles forçaram-me a engolir um líquido com gosto de uva, na verdade um veneno tipo “Boa noite, Cinderela”. Abalado, voltei para casa e apaguei sentado. Dez horas depois, felizmente fui despertado pelo cãozinho Puck, que saltava nas minhas pernas e latia sem parar. Sem energia, mal conseguia andar, febril, morrendo de frio, ânsia de vômito. Pedi socorro.

No hospital, mil exames, desmaios súbitos, soro, injeções. A pressão do coração disparada, não tive um enfarto por milagre. Há suspeitas que a droga atingiu outros órgãos. Estou bem, mas passarei por nova bateria de exames. Grato pelo apoio generoso dos amigos Woldney, Yanna e Aninha Cláudia. Grandes parceiros, grandes amigos!

A intolerância dessa gente maldita quer enterrar o país de vez. Eu não desistirei. Lutarei com mais garra. Caso me apaguem, desde já acuso o criminoso Partido das Trevas e a ignomínia da dissimulada senadora Fátima Gópi. E a luta continua! Avante, Capitão!

Despropósito, covardia indignidade e, acima de tudo, violência extrema, é o que têm sentido na pele os direitistas que "ousam" ter dignidade, honestidade e retidão de caráter, aspectos que não passam de mera obrigação do ser humano. Das agressões aos meninos do MBL, passando pelo Antonio Nahud até com o atentado contra Bolsonaro, há um zilhão de outras barbaridades que nós somos vítimas dessa gente cuja imoralidade é característica fundamental. Da minha parte não há e nem vai haver condescendência: contra facínoras não há nada melhor que a reciprocidade, se possível, mais intensa e contundente.

sexta-feira, 14 de setembro de 2018

DEIXEM O GENERAL FALAR!


Carlos Newton

“Bolsonaro não vai mais participar da campanha, nem mesmo no segundo turno. Seu estado de saúde é delicadíssimo. Não pode receber visitas, falar nem se alimentar direito, recebendo soro permanentemente. Está cada vez mais fraco, a recuperação é penosa e comemora-se cada dia vencido, até conseguir se alimentar de novo, com papinhas, vitaminas de frutos e sorvete. É preciso liberar Mourão para participar dos debates. O general não tem nada de bobo. Há cinco anos, em pleno governo Dilma, assisti a uma palestra dele em Brasília na qual deu pancada na gestão do PT no início, no meio e no fim, dizendo que o Brasil não tinha planejamento nem governo. Deixem o general falar, que ele saberá dar o recado.”

Isso dito por um comunista confesso (mas decente) não deixa de ter seu valor.

quinta-feira, 13 de setembro de 2018

EL PAÍS, LINDBERGH E A FAKENEWS DO DIA NO TWITTER


Se eu publicar uma imbecilidade dessas, elaborada por mim, levo gancho do Twitter e do Facebook na hora.

Vejam só o título: “Um milhão de mulheres (...)”. E o subtítulo: “(...) 10.000 novos membros por minuto (...)”. Quem não faltou as aulas da Dona Teteca no primário vai fazer as contas e chegar à conclusão que nesse ritmo se chega a um milhão de mulheres em 1 hora e 40 minutos, portanto, desde a hora que o El País publicou o absurdo até agora (12 horas, exatamente) foram 7,2 milhões de mulheres a assinar o tal manifesto. Pelo tempo que foi lançado - 30 de agosto - ele já deve ter adesões das chinesas e indianas e estar com mais de 200 milhões de assinaturas.

Mas ninguém vai bloquear o El País ou o Lindinho, não é mesmo?

terça-feira, 11 de setembro de 2018

O Negão do Chapadão vai votar no Bolsonaro


Sexta-feira passada, conversando com um feirante velho amigo, entre uma cerveja e outra no meu bureau etílico, eu tive uma grata surpresa. O assunto era política. Eleições, mais precisamente. O Negão mora no Chapadão, uma das favelas mais brabas do Rio (é assim que eu o chamo - ele me chama de Branco -, é assim que ele chama as “comunidades” e não me encham o saco com politicagens corretas!).

Dizia ele que a pressão da milícia e do tráfico - que vivem aos tiros - no sentido de não se votar em Bolsonaro é uma coisa assustadora por lá. São ameaças escancaradas aos moradores vindas de ambas as partes. É qualquer um menos o capitão.

Curioso, perguntei sobre a reação das pessoas e se elas iriam realmente obedecer as “ordens superiores”. O Negão abaixou a voz e, quase sussurrando, como se pudesse haver algum dedo-duro por perto, confessou: “Vai todo mundo de Bolsonaro, mas ninguém diz isso abertamente que ninguém é trouxa. Não dá mais pra aguentar a pressão por lá. Nossa vida é um inferno! Só o cara pode dar jeito nessa bandidagem, o resto é um bando de banana podre!”

Aí fiquei matutando sobre o resultado dessa “pesquisa por amostragem” do Negão - bem mais confiável que os ibopes da vida. Por analogia, me permiti projetá-la para as trocentas mil outras favelas, não só do Rio, que vivem situações absolutamente idênticas. Minha conclusão não deixou de ser animadora, pelo menos no meu ponto de vista.

Além disso, há outro aspecto que diz respeito aos próprios institutos de pesquisa, desonestos há muito tempo - há quanto não se sabe -, que foram desmascarados por uma reportagem de pouca repercussão relativa às pesquisas sobre as eleições de 2010 onde 70% dos municípios escolhidos para as entrevistas eram governados por prefeitos eleitos pelo PT. Isso é público, notório e facilmente verificável no site do TSE e foi constatado por mim. O mais revoltante é que, certamente por causa dessa denúncia jornalística, em 2013 aprovaram uma lei dispensando os institutos de enunciarem previamente os municípios consultados (lei também acessível no site do TSE). Muito conveniente. Diga-se de passagem, se alguém se der ao trabalho de consultar o TSE sobre qualquer pesquisa, vai ver que hoje não há a divulgação prévia nem posterior dos municípios. Uma esculhambação generalizada.

Visto isto, as perguntas que cabem são: Você já foi entrevistado por algum instituto de pesquisa? Conhece alguém que já foi? Claro que a resposta unânime vai ser não, até porque o Ibope, por exemplo, só entrevista 2.002 pessoas (número cabalístico?) em um universo de 210 milhões divididas em quase seis mil municípios. A chance de alguém ser entrevistado é de uma em 105 mil. Ou seja, zero. Pois é. Agora imaginem se algum prostituto, oops, perdão, instituto de pesquisa iria mandar um que seja dos seus entrevistadores fazer perguntas aos moradores de qualquer favela. Mesmo se, por algum drama de consciência dos seus capos, tivessem mandado algum pobre coitado, imaginem (de novo) se os entrevistados seriam sinceros em suas respostas, submetidos que são ao patrulhamento dos marginais. Óbvio que não.

Então, por essas e outras, hoje dá para afirmar com alguma certeza que Bolsonaro despertou a consciência de muita gente que não se imaginava tê-la, mas tem, sempre teve. Só que faltava confiança, um êmulo. Dá para afirmar que os institutos de pesquisa mentem. Dá para afirmar que Bolsonaro com seu discurso rés-do-chão, mas muito objetivo, despertou uma confiança popular, certamente não tão numerosa, mas comparável à que Lula conseguiu com suas mentiras - “bolsistas familiares” à parte, claro.

Esse papo me deixou otimista. A galera, enfim, deixou de ser emprenhada pelos ouvidos pelo lado o que não presta.

segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Afinal, quem prega a violência, a direita ou a esquerda?


Desconstrucionismo - O Culto De Hermes Pós-Moderno

Jacques Derrida

Bill Crouse

I. Introdução

A. O desconstrucionismo é um movimento pós-moderno poderoso, actualmente em voga nas universidades de maior expressão académica e junto da elite intelectual, e a sua influência permeia todas as áreas da nossa cultura. Este movimento deu origem ao tribalismo, ao politicamente correcto, à reconstrução da imagem, ao multiculturalismo e à guerra cultural, e tornou-se num martelo com o qual destruir os valores tradicionais.

B. O Pano de Fundo do Desconstrucionismo. De forma a que se possa entender o contexto do Desconstrucionismo, é importante seguir o desenvolvimento do pensamento intelectual da cultura Ocidental. É importante entender dois termos: o modernismo e o pós-modernismo. Ambos são termos com um entendimento bem amplo.

1. Definição do Modernismo: O Modernismo é outra palavra para o humanismo iluminista. O pensador evangélico Thomas Oden afirma que este período teve início com a queda da Bastilha em 1789 (Revolução Francesa), e terminou com o colapso do comunismo e a queda do muro de Berlim em 1989.

Este foi um período que afirmou a existência e a possibilidade de conhecer a verdade com base apenas na razão humana. E devido a isto, e num acto simbólico, a deusa Razão foi instalada na Catedral de Notre Dame, na França; a Razão tomou o lugar de Deus; o naturalismo substituiu o sobrenatural. O Modernismo afirmou a descoberta científica, a autonomia humana, o progresso linear, a verdade absoluta (ou a possibilidade de a conhecer), o planeamento racional da ordem social (isto é, socialismo). Este movimento começou com grande optimismo.

2. Definição do Pós-Modernismo: O Pós-modernismo é, de certa forma, uma reacção contra o Modernismo que tem estado em preparação desde o final do século 19.

Dentro do pós-modernismo o intelecto é substituído pela vontade, a razão pelas emoções, e a moralidade pelo relativismo. A realidade nada mais é que uma construção social; a verdade é igual ao poder. A tua identidade vem dum grupo.

O Pós-modernismo caracteriza-se pela fragmentação, indeterminação, e aversão às estruturas de poder universalizantes. É uma visão do mundo que rejeita todas as visões do mundo (“histórias”). De modo resumido, o Pós-modernismo defende que não existe verdades universais válidas para todas as pessoas. Em vez disso, os indivíduos encontram-se presos à perspectiva limitada da sua raça, sexo, ou grupo étnico. Isto é algo proveniente de Nietzsche em toda a sua força.


II. Definindo o Desconstrucionismo


(Nota: Os desconstrucionistas resistem a todas as tentativas de definição classificando-as de “tirânicas”, mas eles são inconsistentes visto que os seus livros nada mais são que definições extensas dos seus métodos. De facto, pode-se acusar os desconstrucionistas de só definirem as coisas!)

A. O Desconstrucionismo é uma forma de ler um texto, originalmente um método de crítica literária e só aplicada a textos literários. No entanto, hoje os desconstrucionistas dizem que toda a existência é um livro a ser interpretado, quer em forma de poema, história, valores familiares, governos, religião, ciência, escada corporativa ou arquitectura. O ênfase desta foram de leitura nunca é para aprender o significado intencionado pelo autor, mas sim a interpretação subjectiva do leitor.

B. “Os desconstrucionistas alegam que toda a escrita é reduzível a uma sequência arbitrária de sinais linguísticos ou palavras cujos significados não têm qualquer relação com a intenção do autor ou com o mundo fora do texto.” NEWSWEEK, 6/22/81

C. “A abordagem desconstrutiva a um “texto” - que tanto pode ser uma série de televisão ou um sinal rodoviário tão facilmente como pode ser um poema épico - é a de o desmantelar, tomando especial atenção às suas pressuposições elitistas, anti-feministas e pouco chiques. O projecto é informado pela filosofia segundo a qual o mundo se encontra indefinido até que alguém - temporariamente e só segundo um estilo - o torna definido ao usar palavras para o descrever. Uma vez que (alegadamente) as palavras estão sempre a alterar de significado, nenhuma interpretação dessas palavras é mais correcta que qualquer outra. A função do criticismo é, portanto, expor a sua contradição inerente na própria ideia do “significado” ou veracidade dum texto.” THE ECONOMIST, 5/18/91, p. 95.


III. As Origens do Desconstrucionismo - As Suas Raízes Filosóficas

As origens do Desconstrucionismo remontam a alguns intelectuais franceses depois da 2ª Grande Guerra. O mais notável proponente e pai do movimento foi Jacques Derrida. O Desconstrucionismo era originalmente uma forma de crítica literária (como já mencionado previamente) mas rapidamente começou a ter outras aplicações.

Ela emergiu do meio filosófico que incluía, antes de tudo, o existencialismo, (...), o Romantismo, a filosofia de Kant, a psicanálise de Freud, o fascismo (eles gostariam de negar isto), a fenomenologia e o pragmatismo.


IV. Os Principais Pilares do Desconstrucionismo

A. A natureza da realidade: A realidade objectiva não pode ser conhecida. O transcendental não existe. O universo é um sistema fechado. A realidade é inteiramente subjectiva. Os grupos e a sua linguagem criam a sua própria realidade até que ela é substituída por um grupo mas poderoso. (Vemos aqui a influência de Kant, isto é, o fenómeno da vida nunca pode ser conhecido tal como ele é, mas é sempre interpretado segundo as categorias inatas do conhecedor.)

B. A possibilidade de conhecimento: Os desconstrucionistas são cépticos. Todo o conhecimento que temos não é directo mas indirecto. O mundo chega até nós através da linguagem e só através da linguagem, que por sua vez é uma construção social. Uma declaração é verdadeira se ela dá poder a um indivíduo ou a um grupo. Aqui nota-se a influência do pragmatismo.

C. A natureza do homem: A identidade individual é um mito. O homem só adquire a sua identidade através do seu grupo ou da sua cultura. Quando o indivíduo está descontente, ele tem o direito de criar o seu próprio significado. Neste ponto, os desconstrucionistas diferem dos existencialistas anteriores onde o individual é supremo. Os desconstrucionistas são semelhantes aos fascistas, neste ponto.

D. Tomada de Decisões Morais: Os desconstrucionistas ficam profundamente ofendidos com aquilo que eles chamam de “totalização”. Com este termo, eles referem-se aos valores universais que são verdadeiros para todas as culturas e para todas as eras. Para os desconstrucionistas, o “verdadeiro” é o que um grupo decide ser a verdade para um dado momento. O verdadeiro emerge do poder adquirido.

Segundo os desconstrucionistas, só os mais fortes sobrevivem. Aqueles que podem lidar com a ausência dum propósito e podem criar a sua própria realidade contra todo o peso de toda a tradição Ocidental, provam o seu direito de existir. As leis e as tradições sociais provam o seu direito de existir. As leis e as convenções sociais nada mais são que máscaras para o poder. Julgamentos de valor [moral] são exercícios de poder.

E. A natureza da linguagem: A linguagem é um sistema construído sobre os fundamentos de símbolos arbitrários. Isto é, os textos são uma colecção de palavras e imagens (“significantes”) que não têm qualquer significado inerente ou conexão com o mundo objectivo (“significado”). Uma vez que a linguagem é um meio de comunicação, e visto que os construtores da linguagem são instáveis, a interpretação é também incerta. Logo, o ênfase está sempre naquele que recebe a mensagem - isto é, o leitor ou o interpretador. Mais ainda, uma vez que o significado (“significados”) deriva do contexto social de cada um, o significado fundamental nasce do contexto social de cada um. A língua só pode transmitir preconceitos culturais.


V. O Método do Desconstrucionismo

A. Desconstruir um texto é semelhante a desmantelar uma casa para ver quais foram os erros de construção que foram feitos. Quando um leitor desconstrói um texto, ele está a examiná-lo em busca do preconceito e da parcialidade que o autor pode ter usado com o propósito de controlar os outros. Por exemplo, uma leitura desconstrucionista da Declaração de Independência ressalvaria que a frase “todos os homens foram criados iguais” exclui as mulheres, e ao mesmo tempo que fala de liberdade, o mesmo foi escrito por um homem branco dono de escravos. O sexismo e a escravatura contradizem a retórica da liberdade.

Os desconstrucionistas buscam por decepções ou más intenções que, de modo consciente ou inconsciente (o elemento Freudiano), motivam um autor, artista ou político particular. Note-se que o que está ausente do texto (sexo ou grupo étnico) pode ser levado em elevado consideração na interpretação desconstrucionista dum texto. Eles chamam a isso “a presença da ausência”.

B. O crítico pós-modernista Thomas Oden ressalva:

O desconstrucionimsmo . . está sempre a fazer as perguntas cépticas em relação ao texto, perguntando que auto-decepções ou más intenções podem de modo inconsciente motivar uma conceptualidade particular.(Thomas Oden. TWO WORLD: NOTES ON THE DEATH OF MODERNITY IN AMERICA AND RUSSIA, p.79.).


C. O objectivo do Desconstrucionismo, portanto, é o de descobrir as contradições, mostrar as intenções ocultas e os significados suprimidos que pertencem a um texto, quer seja uma obra literária ou uma instituição social. Visto que o significado oficial é determinado por aqueles que estão no “poder”, os críticos pós-modernistas “desconstroem” esses significados como forma de descobrirem o que é que está oculto ou o que é que foi suprimido no texto, e, desde logo, desacreditando o establishment que se encontra por trás do texto e obtendo o “direito” de derrubar a sua autoridade.

D. O propósito final de uma interpretação é construir um significado que justifica a experiência pessoal ou a experiência desse grupo. Por exemplo, um historiador revisionista poderá escrever a história da descoberta do Novo Mundo por parte de Colombo de uma forma que beneficiará aqueles que foram oprimidos pelos Europeus Brancos. Da mesma forma que temos “spin doctors” na política e nos média, também temos “spin scholarship.”.

VI. A Influência do Desconstrucionismo

A influência do Desconstrucionismo nos EUA tem sido omnipresente. Ela pode ser encontrada nos filmes, nos vídeos de música rock, nos livros escolares de história, nas campanhas políticas, na teologia e nos assuntos religiosos, nas artes de representação, nos anúncios publicitários, nos estudos étnicos ou estudos sexuais, e especialmente na crítica literária onde ela surgiu. Eis aqui alguns exemplos:

A. Um desenho animado recente “desconstrói” a história de Pocahontas. O desenho animado artístico exibe ela a apaixonar-se pelo colono John Smith, a quem ela converte para a adoração de Gaia (Terra). Na verdade, ela nunca esteve romanticamente envolvida com John Smith; ela converteu-se ao Cristianismo, casou-se com John Wolfe e viveu o resto dos seus dias na Inglaterra.

B. Teologia Feminista. É a tentativa de reconstruir a história da salvação tal como revelada no Cristianismo em termos feministas. Outras tentativas de reconstrução são os Muçulmanos Negros com a sua “desconstrução” peculiar do islão.

C. Traduções inclusivas das Escrituras e a rescrição de hinos Cristãos antigos. O texto original é “desconstruído” de modo a que esteja de acordo com as sensibilidades étnicas e sensibilidades de grupo modernas.

D. Os livros escolares de História das escolas primárias. Num recente livro escolar sobre a história dos EUA George Washington mal recebe algum tipo de menção. Quando o autor foi questionado sobre a sua omissão num também recente programa televisivo, ele respondeu: “Ele era um dono de escravos, aristocrata e branco.”

E. Ciência. A influência do pensamento desconstrucionista junto do establishment científico está a causar um alarme de proporções consideráveis. Os deconstrucionistas alegam que os cientistas mais não são que a elite sacerdotal do establishment que produz melhor tecnologia para a opressão. Para um excelente estudo da influência que o Desconstrucionismo tem na ciência, ver: “HIGHER SUPERSTITION: THE ACADEMIC LEFT AND ITS QUARRELS WITH SCIENCE” (por Paul R. Gross and Norman Levitt).



VII. Uma Crítica ao Desconstrucionismo

(Nota: O Desconstrucionismo pode parecer fácil de ser refutado para nós Cristãos visto que o mesmo está claramente contra o pensamento lógico. Isto é verdade, mas temos que nos lembrar que para os Desconstrucionistas, a controvérsia é primordialmente emocional. Os Cristãos são o pior pesadelo dos Desconstrucionistas visto que eles [os Cristãos] insistem na existem da Palavra Transcendental e na posição de que a realidade é inteligível.)

Os desconstrucionistas são relativistas mas os relativistas confessos não podem ser relativistas consistentes. Se a verdade não existe, o que é que nos impede de desconstruir o Desconstrucionismo? Se “nada é verdade”, como eles defendem, porque é que deveríamos acreditar nessa proposição? Porque é que deveríamos associar alguma tipo de valor aos seus escritos? Por exemplo, os desconstrucionistas frequentemente lançam ofensivas contra o cânone ocidental (os grandes clássicos), mas depois viram o argumento e colocam no seu lugar os seus próprios “clássicos” e os seus “cânones”. Uma professora rejeita os escritos de Shakespeare porque ele era “demasiado heterossexual”, mas depois ela recomenda aos alunos a sua selecção de livros de estudo!

A moralidade é o calcanhar de Aquiles do Desconstrucionismo e o melhor que eles fariam era permanecer em silêncio; mas eles não permanecem em silêncio. Elas falam de um modo bem vocal sobre a opressão como se isso fosse um mal enorme. Segundo os seus próprios escritos, afirmar que algo está certo para outra pessoa ou para outro grupo seria “logocêntrico”.

Os desconstrucionistas têm razão quando afirmam que a interpretação é de certa forma subjectiva e, quando se tenta apurar a mente do autor, limitada. No entanto, embora nós não saibamos de forma exaustiva, nós podemos saber de forma verdadeira. Se assim não fosse, a civilização seria impossível.

Na história da filosofia muito provavelmente não há um exemplo mais claro de solipsismo. Se nós formos ler os seus livros de forma séria (será que eles querem que os leiamos?), então a comunicação é impossível. (Solipsismo: “a inabilidade total se obter conhecimento para além da sua própria mente”) O leitor passa a ser o artista, e o autor/actor já não tem o direito sobre o significado intencionado do seu trabalho. Toda a criatividade chega-nos através da interpretação dum texto.

Dentro do pensamento modernista, os desconstrucionistas correctamente rejeitam a razão como algo absoluto. No entanto, a razão é parte integrante da IMAGO DEI [Imagem de Deus]. A única forma consistente de dispensar a lei da não-contradição de todo o discurso é abolindo todo o discurso e todas as tentativas de comunicação que os deconstrucionistas não levam a cabo. A realidade dos factos é que eles escrevem dezenas de livros e são faladores incansáveis (circumloquacious). Isto até parece que o discurso (para aqueles que denigrem a linguagem) para os desconstrucionistas é uma forma de auto-afirmação, isto é, “Eu falo (escrevo), logo, eu existo.”

Os desconstrucionistas vivem consumidos com uma animosidade dirigida a todos aqueles que são logocêntricos, modernistas e especialmente os Cristãos, e acreditam que estes últimos [os Cristãos] são a causa de todo o preconceito e toda a opressão que existe no mundo.

VIII. Conclusão

O Cristianismo acredita que o Logos é Transcendente em relação ao mundo, mas não imanente; o Logos não é subordinado, mas igual a Deus; pessoal, e não impessoal, reflectido em toda a criação, especialmente na humanidade. Os Absolutos existem devido à Palavra revelada. (Ver João 1:1-12)

“O autor tem que morrer para que o leitor possa viver” (citação desconstrucionista com origem desconhecida)

 “...a guerra do descrente contra a Palavra (isto é, a sua guerra contra as Escrituras e contra Cristo) irá leva-lo para a guerra contra a palavra - toda a linguagem humana e todo o significado. Visto que eles rejeitam a Palavra de Deus Transcendental, que é a Verdade de Deus, eles são conduzidos no domínio imanente para rejeitar a ideia da palavra, o significado e também a lógica.” Gregory L. Bahnsen (1948-1995).


quinta-feira, 6 de setembro de 2018

O Ibope sempre entrevista 2.002 pessoas. Será 2.002 um número cabalístico?



O Brasil tem 5.570 municípios e 147.302.354 eleitores. O Ibope entrevistou 2.002 pessoas. Eu acho muito pouco. E por que o Ibope há décadas sempre escolhe 2.002 pessoas por mais que o eleitorado aumente? Será um número cabalístico?

Um exemplo que 2.002 é um número aparentemente insuficiente de entrevistados são as variáveis do questionário, que somam 1.344 combinações entre sexo(2), idade(7), escolaridade(16) e renda(6). Não faz sentido.

Isso sem contar com a maior das empulhações: nem a lista dos municípios visitados eles divulgam mais. Até 2013, se não me engano, a lista era obrigatória, mas, coincidência ou não, depois que desmascararam a farsa em que os municípios eram escolhidos a dedo entre os governados pelo PT numa proporção de 70% para eles e 30% para os outros partidos, o TSE baixou uma norma, lei, portaria ou lá o que seja, desobrigando os institutos de pesquisa dessa divulgação.

É por essas e outras que eu não tenho dúvidas que Ibope e Datafolha manipulam resultados e perguntar não ofende: será que alguém, algum dia, pediu uma auditoria completa em alguma pesquisa?

quarta-feira, 5 de setembro de 2018

Parece que o povo do Rio deixou de lado a porralouquice ideológica que nunca deu certo e passou a ser bem mais pragmático



Amoêdo não sai do lugar, nem no Rio. Cada vez mais fica evidente que a sua candidatura nunca passou de um ensaio para eleições futuras, o que não é pecado, mas dá para confundir a cabeça de uma meia dúzia. O pouco investimento na candidatura e o marketing sem nenhuma agressividade são evidências disso. Eu até acho que, por méritos próprios, ele atingiu o objetivo de ser notado, mas não passou disso.

Quanto ao desempenho dos candidatos “pra valer”, parece que o eleitorado do Rio acordou para as trágicas realidades do estado e do país, deixou de lado a porralouquice ideológica que nunca deu certo e passou a ser bem mais pragmático.

Essa pesquisa do Paraná Pesquisas saiu ontem, acrescentando que os que não souberam ou não opinaram somam 26,2% e os outros nomes citados somam 3,7%.

"É FOGO NAS RUAS!"

Terá sido esta manifestação piromaníaca dos petralhas no sábado passado em Curitiba um fato isolado ou houve outras mais graves?...

Como é que pode o Garotinho que, há um mês, teve seus direitos políticos cassados por oito anos continuar candidato ao governo do rio de janeiro?


Garotinho foi condenado ontem em 2ª instância pelo crime de formação de quadrilha armada. Tudo bem, mas será que só depois dessa condenação é que vão resolver se ele é inelegível ou não? Será que o “currículo” abaixo não é suficiente para que esse crápula não só seja inelegível como para estar preso até o fim dos seus dias?

  • Para começar, em julho de 2018, a 6ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva da Cidadania da Capital, do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), já tinha obtido na Justiça, em 2ª instância, a condenação de Garotinho por improbidade administrativa por participar de esquema criminoso que desviou R$ 234,4 milhões da Secretaria estadual de Saúde no período de 2005 a 2006. A pena foi a CASSAÇÃO DOS SEUS DIREITOS POLÍTICOS POR OITO ANOS e multa R$ 2 milhões por danos morais;
  • Foi preso em processo por corrupção, participação em organização criminosa e falsidade na prestação de contas eleitorais em Campos em 2016;
  • Um ano depois, em 2017, foi condenado à prisão domiciliar por crime eleitoral;
  • Foi condenado em primeira instância por injúria contra um desembargador;
  • A Procuradoria Regional Eleitoral pediu impugnação de candidatura de Garotinho por crime de improbidade administrativa e enriquecimento ilícito;
  • Foi condenado a prestar serviços comunitários por ofender ex-PM do Bope;
  • TRE condenou Garotinho por campanha antecipada em redes sociais;
  • Foi condenado a indenizar o ex-secretário de Segurança Pública José Mariano Beltrame por danos morais.


segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Reitoria da UFRJ (mantenedora do Museu Nacional) tem cinco filiados ao PSOL e dois ao PCdoB


Eu gostaria que alguém me explicasse quais são os critérios usados pelo Ministério da Educação para a nomeação de cargos na Reitoria da UFRJ, já que dos sete citados abaixo, cinco são filiados ao PSOL e dois ao PCdoB (eu disse filiados e não simplesmente simpatizantes). Alguém em sã consciência pode admitir isso como um mero acaso ou será que esta é mais uma uma prova cabal da politização esquerdopata das nossas universidades?

A Reitoria - que é a responsável pela manutenção e suporte ao Museu Nacional - é assim composta (entre parênteses o número da filiação partidária obtido por mim no TSE, para que não restem dúvidas):
  • Reitor: ROBERTO LEHER - filiado ao PSOL (16292640329);
  • Vice-reitora: DENISE FERNANDES LOPEZ - filiada ao PSOL (70565570302);
  • Pró-reitor de graduação: EDUARDO GONÇALVES - filiado ao PCdoB (071715570361);
  • Pró-Reitor de Planejamento, Desenvolvimento e Finanças: ROBERTO ANTONIO GAMBINE MOREIRA - filiado ao PCdoB (016292460345);
  • Pró-Reitora de Extensão: MARIA MELLO DE MALTA - filiada ao PSOL (89317680388);
  • Pró-Reitor de Pessoal: AGNALDO FERNANDES - filiado ao PSOL (72880040302);
  • Decano do CCJE: VÍTOR MARIO IORIO - filiado ao PSOL (17666760370).


quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Medicina e agronomia sofrem ataque anti-iluminista


Xico Graziano

Na medicina, percebe-se esse germe retrógrado na recente onda de recusa à vacinação de crianças contra doenças contagiosas. Incluem-se aqui os “ecologistas” que destroem laboratórios tratando cientistas como vilões e gritando pelo bem-estar das cobaias. Esquisito.

Ninguém mais que a cientista Natália Pasternak combate as pseudociências na área médica. A conceituada professora da USP alerta seguidamente a comunidade acadêmica contra a usurpação da medicina “convencional” por tratamentos “alternativos”: dança circular, termalismo social, aromaterapia, cromoterapia, terapia de florais, geoterapia e por aí vai.

“Nenhuma dessas terapias tem eficácia cientificamente comprovada”, afirma Natália. Mesmo assim, passaram, desde 2006, a integrar as Práticas Integrativas e Complementares (PICs), bancadas pelo SUS. Dinheiro público alimentando o diletantismo.

Na agronomia, os aguerridos anti-iluministas atacam os alimentos transgênicos. Por mais que os cientistas biológicos comprovem que os organismos geneticamente modificados (OGMs) sejam bioseguros, nada os convence. Pregam a favor da alimentação “natural”. Sinônimo de antiga.

Produtos transgênicos fazem parte de nosso cotidiano há mais de 20 anos. Não há registros, globais ou locais, de seu malefício à saúde humana ou ao meio ambiente. Todavia, os obscurantistas vociferam contra a engenharia genética, desprezam a biossegurança estabelecida pelo método científico. Mal sabem que uma salsicha malfeita, ou um sanduíche grego, contêm maior perigo à saúde.

A Embrapa domina, há anos, uma variedade de feijão transgênico resistente ao mosaico dourado, terrível doença que aniquila as plantações. Essa maravilha agronômica, porém, continua na gaveta da estatal, aprisionada pela mente retrógrada. Um atraso da inteligência.

O fetiche do alimento natural também se manifesta na questão dos agrotóxicos. Se a agricultura é considerada “convencional”, passa, por definição, a ser detestável. Pouco importam os critérios científicos e tecnológicos construídos mundialmente pela ciência agronômica. A ordem é trocar tudo pela agricultura “orgânica”.

Se for produtor familiar, então, melhor ainda, dá um toque de pobreza no discurso elitista. Assim atinge o auge da ideologia “agroecológica”, uma invenção tupiniquim que mistura o atraso tecnológico com o socialismo agrário-camponês. Na receita, conforme decidido em assembleia, pitadas de “Lula livre”. Fracasso na certa.

A produção orgânica cresce 30% ao ano no país. Um nicho sensacional de mercado. Isso é bacana. Equívoco é querer alimentar o mundo com o estilo da comida servida nesses supermercados e restaurantes sofisticados de alta renda. Ser vegetariano é legal, cada um coma o que lhe apeteça. Eu adoro carne bovina mal passada; minha mãe gosta de asa de frango; meu avô José adorava codeguim. Era só o que faltava julgar o caráter de alguém pela comida que ingere.

O mesmo raciocínio vale na medicina. Não se trata de condenar as práticas esotéricas de bem-estar individual. Cada qual que gaste seu dinheiro onde bem entender, colocando pedregulhos quentes na nuca, curtindo florais perfumados ou escovando os dentes com pasta de cúrcuma. O grave problema é querer transformar tais platitudes existenciais em ciência médica.

Vida saudável e alimento de qualidade são objetivos civilizatórios que unem a medicina com a agronomia. Esse feliz casamento científico está sendo adornado com mais, e não menos, tecnologia. É assim que funciona a humanidade desde quando a ciência iluminou as trevas da Idade Média. A história não registra marcha-a-ré.

quarta-feira, 22 de agosto de 2018

A Canalhice do Datafolha: Lula 39%


As pesquisas de opinião, para efeito de resultado, consideram como universo o total de eleitores aptos para votar, não apenas os votos válidos, portanto o percentual atribuído a cada candidato é relativo aos 147.302.354 eleitores nessas condições.

Então vamos ver quais foram os resultados do presidiário referentes ao 1º turno nas duas eleições em que se elegeu presidente:

2002 - 34% dos votos;
2006 - 37% dos votos.

Quer dizer que hoje, preso e mais sujo que pau de galinheiro, neguinho vai querer me enganar que esse criminoso tem 39%? 

Ora, vão tomar no centro que é para não gastar as beiradas!

terça-feira, 21 de agosto de 2018

Cobra na rua - J.R. Guzzo


Da Veja

O tempo passa, o mundo gira, a tecnologia tornou o homem de hoje melhor informado do que jamais foi desde que escrevia nas paredes da caverna, mas continua não existindo no universo nenhuma força capaz de fazer a humanidade saber com um mínimo de exatidão o que acontece no Brasil. Entenda-se, aí, os países bem sucedidos ─ aqueles com renda per capita acima de 40.000 dólares por ano, acostumados a viver sob o império da lei e capazes de ganhar prêmios Nobel em assuntos sérios como física, química ou matemática. Dos demais, é inútil falar. Nem sabem onde fica o Brasil, e quando por acaso ficam sabendo de alguma coisa, nunca se interessam em saber mais. Nossa real carência, desde sempre, é o vasto pouco caso que o mundo civilizado demonstra em informar-se um pouco melhor sobre o Brasil. É desagradável. Naturalmente, isso não torna o Brasil pior do que é, nem melhor ─ e, além disso, a imensa maioria da população não se incomoda nem um pouco com a desinformação do mundo externo a nosso respeito. Se milhões de brasileiros não conhecem os fatos mais rudimentares sobre o seu próprio país, porque raios iriam lamentar a ignorância dos suecos ou dos esquimós a respeito do que acontece aqui? Mas para o Brasil mais instruído, que foi à escola, viaja e conversa de política, esse desinteresse universal é uma coisa que incomoda. Justo hoje, no prodigioso mundo da comunicação absoluta em que vivemos? É humilhante.

O mundo desenvolvido, hoje, não é ignorante sobre as mesmas coisas que ignorava no passado, como resultado direto do que sua grande imprensa escrevia sobre o Brasil. Mas por conta do que essas mesmas fontes lhe dizem atualmente, continua imaginando que existem por aqui os fenômenos mais extraordinários. Já não se fala mais, hoje em dia, que há cobras gigantes no meio da rua em Copacabana, que o brasileiro passa a vida dormindo nas calçadas com um sombrero mexicano na cabeça, ou que a capital do Brasil é a cidade de Bolívia. O que mudou foram as áreas sobre as quais a mídia internacional joga os seus fachos de escuridão. Fiel ao espírito dos tempos, a ignorância de hoje tornou-se politicamente correta. Não há mais interesse em dizer que você pode ser comido por uma onça ao atravessar o Viaduto do Chá. O que excita o comunicador de primeiro mundo, agora, é a divulgação do disparate com conteúdo político e social; isso faz parte dos seus deveres de soldado da resistência mundial em favor dos mais pobres, da igualdade, da preservação da natureza, etc. etc.

A cobra de Copacabana na versão de 2018 é a lenda, promovida à categoria de verdade científica pela melhor imprensa internacional, segundo a qual o ex-presidente Lula é um "preso político". Anda de mãos dadas, nas mesmas páginas, com a fábula de que houve um "golpe de Estado" no Brasil, que derrubou a presidente popular Dilma Rousseff e age, no momento, para impedir que Lula concorra à eleição presidencial de outubro próximo. Praticamente não se diz, em nenhuma notícia, que Lula está preso por que foi condenado pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, em processo legal iniciado com a sua denúncia em setembro de 2016 e concluído com sua condenação definitiva em janeiro de 2018. É quase impossível, da mesma forma, encontrar qualquer menção ao fato de que o ex-presidente usou durante esse período todos os meios de defesa possíveis na legislação universal; contestou todas as decisões do juízo, apresentou dezenas de recursos e não foi capaz de demonstrar, em nenhum momento, a mínima irregularidade legal no seu julgamento. Também não se diz em lugar nenhum que Dilma foi deposta pelo voto de quase três quartos do Congresso Nacional, após um processo de impeachment monitorado em todos os detalhes pelo Supremo Tribunal Federal ─ e durante o qual não se encontrou até agora uma única ilegalidade de fundo ou de forma.

O que a imprensa mundial diz ao público é que Lula está preso porque lidera "todas as pesquisas"; se estivesse solto seria candidato à presidente e ganharia a eleição, e "não querem" que isso aconteça, porque ele voltaria a ajudar os pobres. Quem "não querem"? E o que alguém ganharia ficando contra "os pobres"? Não há essas informações. Não há nenhuma palavra, também, sobre o fato de que a presidência de Lula foi o período de maior corrupção já registrado na história mundial ─ realidade comprovada por delações, confissões e devolução de bilhões em dinheiro roubado.

Mas e daí? Ninguém está ligando para o Brasil como ele é. O Brasil do Zé Carioca é muito mais interessante.


A candidatura “fake” de Amoêdo


Eu até considero o Amoêdo um bom candidato, se bem que dentro dessa pobreza de nomes não é difícil sobressair. Não chego ao exagero de dizer, como muita gente diz por aí, que é o candidato mais preparado porque, por óbvio, um debutante não pode ter mais preparo que seus concorrentes, burros velhos de política, mas digamos que ele é o que apresenta as melhores perspectivas individuais de fazer um bom governo, muito embora pese-lhe muito a falta de representatividade parlamentar, essencial para a governabilidade. Mas eu tenho sérias dúvidas quanto às suas reais intenções, já que a campanha em nada tem ajudado para que esse ilustre desconhecido se torne um pouco mais visível para o Brasil. A ideia que ele me passa é que para ele essas eleições estão lhe servindo como um “jogo-treino com acesso ao público”, onde o resultado pouco importa. E não sou o único a achar isso.

Duas das evidências sobre o que eu digo são o pouco investimento na divulgação da sua imagem - embora suas próprias economias pudessem proporcionar um marketing bem mais decente, sem grandes prejuízos financeiros - e seu conformismo em não participar dos debates - mesmo que, por lei sua presença não seja autorizada por não ter representatividade no Congresso, sua reação a isso foi nenhuma.

A princípio meu voto seria dele, mas como, diante desses fatos, pode se concluir com pouca chance de errar que se o próprio Amoêdo não está levando sua candidatura, digamos, a sério como deveria, não sou eu que vou botar a azeitona na sua empada. Eu tinha reservado o tal “voto útil” para o segundo turno, mas diante disso, vou usá-lo no primeiro também.


sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Lista de Candidatos a Deputado Federal pelo Rio de Janeiro por Partido

A Vera 7050 AVANTE
Abiguar 7099 AVANTE
Almir Jóia 7078 AVANTE
Ana Mascarenhas 7006 AVANTE
André Silva 7030 AVANTE
Benevenuto 7010 AVANTE
Bhajano 7091 AVANTE
Carlinhos do Mercadinho 7053 AVANTE
Chiquinho Brazão 7070 AVANTE
Coronel Guilherme Moraes 7020 AVANTE
Cristina Pereira 7044 AVANTE
Dilcemar Ferreira 7046 AVANTE
Dr Regis 7000 AVANTE
Dr. Josemar 7001 AVANTE
Dr. Lacerda 7007 AVANTE
Dr. Romualdo Defensor 7090 AVANTE
Edson Baíga 7008 AVANTE
Eliete de Mallet 7055 AVANTE
Enfermeiro Josimar 7060 AVANTE
Eraldo Muniz 7009 AVANTE
Fabiane Vasconcellos 7021 AVANTE
Heliete Gentileza 7011 AVANTE
Hipólito Domarco 7015 AVANTE
Ismael Torquato 7034 AVANTE
J Chagas 7004 AVANTE
Janaina Luna 7002 AVANTE
Janete Maciel 7098 AVANTE
Jomar Bittencourt 7054 AVANTE
Josy dos Santos 7058 AVANTE
Laureano 7079 AVANTE
Lenilza Mafort 7017 AVANTE
Lucia Carrilho 7016 AVANTE
Marcio Dias 7028 AVANTE
Mc Doca 7077 AVANTE
Otojanes Filho 7026 AVANTE
Patricia Santana 7047 AVANTE
Pedregal 7045 AVANTE
Professor Edson Luiz 7069 AVANTE
Ramon Mello 7025 AVANTE
Raquel Borges 7005 AVANTE
Ricardo Barcelos 7039 AVANTE
Rondinele Vilhena 7022 AVANTE
Rosangela Lima 7003 AVANTE
Russo 7012 AVANTE
Ted 7027 AVANTE
Tia Ruth 7040 AVANTE
Wallace Flay 7035 AVANTE
Xandrinho 7080 AVANTE
Alessandro Fontes 2725 DC
Alexandre Trevisan Lubra 2757 DC
Alvaro Magalhaes 2729 DC
Ana Valéria 2737 DC
Anderson Tegão 2719 DC
Beto Santos 2709 DC
Carlos Conrado 2767 DC
Carlota Santos 2787 DC
Claudia Ribeiro 2798 DC
Claudia Santos 2703 DC
Daizinho 2710 DC
Didi 2701 DC
Dr Paulo Rodrigues 2777 DC
Dr. Carlos Victor 2745 DC
Dr. Eduardo Molina 2722 DC
Dr. Nilton Canto 2778 DC
Dra Elia Samuel 2715 DC
Dra Julliana Cunha 2750 DC
Edson Mandela 2794 DC
Elisabete 2782 DC
Gabi Pacheco 2797 DC
Jacinta 2780 DC
Jose Anilton Ribeiro Zé Pelado 2788 DC
Leomar Valença 2772 DC
Lobão do Karaoke 2706 DC
Lucia Cabeleireira 2714 DC
Luiz Correa 2727 DC
Madureira 2711 DC
Marcello Tommasi 2721 DC
Marcia Bastos 2744 DC
Marco Figueiredo 2789 DC
Marcos Araujo - Kiko 2717 DC
Marcos Tavares 2728 DC
Marli Nascimento 2791 DC
Marzo Moreira 2712 DC
Michele Sabino 2707 DC
Neidely Farias 2733 DC
Pastor Elisael Marques 2747 DC
Pedrinho do Carteiro Amigo 2726 DC
Pedro Brum 2755 DC
Prof Lucria Frota 2799 DC
Professor Isidoro 2704 DC
Ricardo Salgado 2702 DC
Santiago 2740 DC
Sheila Barroso 2723 DC
Vera Cruz 2765 DC
Wilson Sousa 2708 DC
Zé do Mercado 2760 DC
Ana Paula Goldbach 2552 DEM
Carlos Dias 2588 DEM
Celso Barros 2512 DEM
Dr. Dimas Gadelha 2535 DEM
Francisco Floriano 2580 DEM
Ivania Martins 2555 DEM
Juninho do Pneu 2500 DEM
Laura Carneiro 2525 DEM
Luciano da Rede Construir 2507 DEM
Marco Furtado 2520 DEM
Marcos Soares 2533 DEM
Mauro Lobo 2526 DEM
Pedro Paulo 2501 DEM
Roberto Sales 2510 DEM
Rodrigo Maia 2587 DEM
Sara Winter 2550 DEM
Silvia Arão 2518 DEM
Sóstenes 2577 DEM
Tia Dulce 2536 DEM
Tia Raquel do Social 2502 DEM
Zé Augusto Nalin 2523 DEM
América Tereza 1596 MDB
André Lazaroni 1555 MDB
Átila A. Nunes 1505 MDB
Daniela do Waguinho 1545 MDB
Daniele Guerreiro 1551 MDB
Danielle Cunha 1530 MDB
Geraldo Pudim 1554 MDB
Gutemberg Reis 1516 MDB
Jô Benedito 1568 MDB
Laydson 1520 MDB
Lecinho 1512 MDB
Leonardo Picciani 1580 MDB
Marco Antônio Cabral 1577 MDB
Newton Neto 1588 MDB
Neymar Pesadão 1510 MDB
Penha Bernardes 1533 MDB
Sou Gaby 1503 MDB
Vinícius Farah 1515 MDB
Wilson Beserra 1500 MDB
Wilson Perna Torta 1522 MDB
Daniel Duque 3003 NOVO
Dra. Cíntia Josane 3010 NOVO
Gastão Reis 3070 NOVO
Giselle Gomes 3021 NOVO
Ivan Monteiro Carcara 3022 NOVO
Jerri Andrade Pires 3007 NOVO
Jomara Knoff 3005 NOVO
José Rodrigues 3053 NOVO
Leandro Lyra 3077 NOVO
Maurizio Spinelli 3033 NOVO
Michele Naili 3032 NOVO
Moisés Queiroz 3001 NOVO
Paulo Ganime 3030 NOVO
Ricardo Rangel 3000 NOVO
Rodrigo Borobia e Borobia 3040 NOVO
Rojas 3050 NOVO
Rosanne Garcia 3031 NOVO
Sultani 3017 NOVO
Tati Pinheiro 3018 NOVO
Carlos Augusto 6501 PC do B
Daniel Iliescu 6555 PC do B
Ezaquiel Siqueira 6563 PC do B
Ivan Canellas 6577 PC do B
Jandira Feghali 6565 PC do B
Malvina Daumas 6516 PC do B
Mazinho 6554 PC do B
Milene Vieira 6517 PC do B
Serjão do Bumbo 6510 PC do B
Maria Carol 2121 PCB
Milena Lorenzo 2929 PCO
Vitor Lara 2909 PCO
Abelardinho 1223 PDT
Adilson Taipan 1230 PDT
Adriano Passione 1222 PDT
Akex Chuvas 1237 PDT
Bia Moreno 1287 PDT
Bruno Pinheiro 1277 PDT
Carlos Alberto Cruz 1200 PDT
Carlos Oliveira 1204 PDT
Chico d'Angelo 1210 PDT
Cristian Call 1288 PDT
Damiao Braga 1205 PDT
Denise Vigilante 1225 PDT
Derson 1261 PDT
Dr. Aloisio Freitas 1201 PDT
Dr. Carlos Andre 1207 PDT
Dr. Carlos Ontiveros 1218 PDT
Dr. Jose Ricardo 1280 PDT
Emanuel Garcia 1240 PDT
Emmanuel Viegas 1213 PDT
Esmeralda Furtado 1216 PDT
Fabiana Rocha 1279 PDT
Felizzola 1214 PDT
Fernando Lopes 1212 PDT
Gerciano 1246 PDT
Glauco Kaizer 1233 PDT
Jamil Sabra Neto 1221 PDT
Jose Augusto 1220 PDT
Josiane Gomes 1292 PDT
Joyce Pimentel 1241 PDT
Livia Oliveira 1242 PDT
Lu Monteiro 1252 PDT
Lynce Naveira 1293 PDT
Mae Flavia Pinto 1238 PDT
Mara Divulgadora 1257 PDT
Maria Portela 1297 PDT
Mario Avelino 1239 PDT
Mariza Costureira Fernandes 1273 PDT
Marlene Vargas 1219 PDT
Millene do Esporte 1268 PDT
Nilda Helio 1296 PDT
Nilson Diferente Junto Gente 1226 PDT
Nivaldo Pessanha 1255 PDT
Paulinho Leopoldo 1267 PDT
Paulo Ramos 1234 PDT
Prof. Niemeyer 1202 PDT
Professora Maria Helena 1262 PDT
Roque Cerqueira 1245 PDT
Rosana Vicente 1299 PDT
Sargento Lopes 1290 PDT
Susy Antunes 1224 PDT
Tania Mota 1248 PDT
Alexandrina Facão 3185 PHS
Andrea Hadassa 3114 PHS
Andrezinho 3120 PHS
Anriete dos Trigêmeos 3153 PHS
Apostolo Paulo 3124 PHS
Augusto Pereira 3180 PHS
Bezerra 3165 PHS
Carlão 3122 PHS
Carlinho Presidente 3131 PHS
Carlos Spata 3110 PHS
Dalila 3109 PHS
Dario Ferreira 3160 PHS
Denise Proença 3173 PHS
Dierry Luiz 3150 PHS
Dr. Marcelo Reis 3113 PHS
Dra. Leticia Costa 3111 PHS
Dra. Lucia Lopes 3135 PHS
Du Norte 3103 PHS
Enock Amaral 3119 PHS
Fabinho Bodinho 3123 PHS
Fernando Roseira Gama 3192 PHS
Flavia Diniz 3166 PHS
Gelson Azevedo 3100 PHS
Geraldinho do Gelo 3130 PHS
Gislaine Marinho 3198 PHS
Guinho Sigilião 3171 PHS
Helena Camargo 3159 PHS
Helil Cardoso 3155 PHS
João do Frete 3177 PHS
José Ricardo de Campo Grande 3161 PHS
Juçara Aguiar 3137 PHS
Juliana Carvalho 3104 PHS
Laudemir Reis 3129 PHS
Luciana Farias 3193 PHS
Major Trindade 3101 PHS
Marcão Maia 3148 PHS
Marcelo Piuí 3199 PHS
Marco Leite 3112 PHS
Marcos da Farmacia 3181 PHS
Marcos Frankus 3136 PHS
Marcos Vasconcellos 3191 PHS
Maria de Fatima 3106 PHS
Maura de Oliveira 3125 PHS
Mauricio Lopes 3133 PHS
Nana Waynd 3154 PHS
Neizinho Irmão 3176 PHS
Niltinho 3115 PHS
Nivaldo Pereira 3144 PHS
Pedro Ferreira 3164 PHS
Pedro Paulo 3140 PHS
Prof Max 3132 PHS
Prof. Manhães 3118 PHS
Raul Lima 3151 PHS
Rene Melo 3116 PHS
Robson da Saude 3145 PHS
Rodrigo Pereira 3108 PHS
Rony Ferraz 3163 PHS
Rosana 3175 PHS
Rosane Durães da Saúde 3186 PHS
Sandrinha da Comunidade 3188 PHS
Sandro das Quentinhas 3105 PHS
Sergio Carvalho 3156 PHS
Sergio Paiva America 3107 PHS
Soraya Fontes 3102 PHS
Spiff 3178 PHS
Terezinha Aparecida 3121 PHS
Waldemar Ávila 3141 PHS
Wallace Sacra 3117 PHS
Alex Beraldo 3562 PMB
Andre Fernandes 3515 PMB
Angela Mario Tenorio 3553 PMB
Antonio Cruz 3568 PMB
Carlinhos da Saúde 3542 PMB
Carlinhos Vilanova 3517 PMB
Celita Rezende 3560 PMB
Delcio Fernando 3500 PMB
Drica Colorida 3556 PMB
Eng. Antonio Ferreira 3555 PMB
Glaucia Passarelles 3567 PMB
Glaucio Santos 3593 PMB
Guyandira Oliveira de Paula 3537 PMB
Ione Barroca 3597 PMB
Isa da Farmacia 3520 PMB
Isabel Cristina 3545 PMB
Israel Atleta 3575 PMB
Joao Luiz 3574 PMB
João Valois 3588 PMB
Jorginho Turolla 3502 PMB
Jose Geraldo 3544 PMB
Kely Barsch 3518 PMB
Magrinho da Taquara 3531 PMB
Marcelo Lopes 3525 PMB
Margarete da Saude 3521 PMB
Marlon Iqueda 3530 PMB
Mestre Edson Reis 3504 PMB
Michell Carvalho 3513 PMB
Osvaldo Apostolo 3507 PMB
Pastor Dejarme 3564 PMB
Professor Adalberto Rabelo 3501 PMB
Professor Lauro Boechat 3533 PMB
Professor Noé 3510 PMB
Sergio Ferreira 3570 PMB
Sol da Zona Oeste 3547 PMB
Solange Araujo 3550 PMB
Sued Haidar 3535 PMB
Tio Xandy 3505 PMB
Vanilce Almeida 3511 PMB
Victor Mazzei 3566 PMB
Abraão Natanael 3316 PMN
Alex da Academia 3344 PMN
Alexandre da Silva 3304 PMN
Arnaldo Freire 3377 PMN
Bú Ivan Verly 3378 PMN
Claudio Lopes 3353 PMN
Divanete Neves 3345 PMN
Dr Benedito Caramuru 3335 PMN
Dr João Carlos 3310 PMN
Gabriel Leyendecker 3369 PMN
Ivanilda Costa 3317 PMN
Jonas Nogueira 3333 PMN
Lú França 3322 PMN
Marcelo Cerqueira 3307 PMN
Marcio do Inatran 3334 PMN
Maygon Nunes 3319 PMN
Perré da Rodoviária 3355 PMN
Sharon Melo 3303 PMN
Vanessa Felippe 3321 PMN
Adolfo Furtado 1933 PODE
Alex Dias de Faria 1940 PODE
Ana Paula Janote 1993 PODE
Cicera Maria 1995 PODE
Claudia Horchel 1920 PODE
Dayse Lucid 1914 PODE
Douglas Almeida 1923 PODE
Drª. Daisy 1980 PODE
Edson Pedro 1987 PODE
Elaine Mattos 1996 PODE
Elaine Negritude 1941 PODE
Eliete Siqueira 1997 PODE
Enfermeira Mara Blanck 1979 PODE
Ezequiel Teixeira 1919 PODE
Fabio Portugal 1938 PODE
Felipe Saul 1992 PODE
Flavio Pacheco 1900 PODE
Francisca Castelo Branco 1907 PODE
Graça Malmer 1994 PODE
Henrique Santoro 1931 PODE
Irmão Eliezer Frutuoso 1921 PODE
J. Nonato 1922 PODE
Jaime Veloso 1927 PODE
José Muniz 1950 PODE
Lins Cerqueira 1929 PODE
Luiz Eduardo 1911 PODE
Lula 1968 PODE
Mac Dowell Filho 1977 PODE
Marcia Adriana 1915 PODE
Marcia Moura 1962 PODE
Mestre Pingo 1951 PODE
Pastor Cristiano 1990 PODE
Pastora Barbara 1912 PODE
Paulo Serrazani 1944 PODE
Pedro Canellas 1988 PODE
Rodrigo Gêmeos do Gás 1909 PODE
Wander 1999 PODE
Almir Rangel 1188 PP
Barbara Sheldon 1124 PP
Christino Aureo 1155 PP
Cowboy Beleza 1144 PP
Dr. J. Santana 1172 PP
Dr. Luizinho 1177 PP
Julio Lopes 1111 PP
Leandro Souza 1120 PP
Lu Rosental 1100 PP
Mônica Mello 1122 PP
Pinheirinho 1112 PP
Scarlet Rose 1135 PP
Simão Sessim 1125 PP
Victor Popubel 1190 PP
Alexandre Pimentel 5456 PPL
Aloisio do Bar 5432 PPL
Ana Claudia de Oliveira 5406 PPL
Antonio Soares e Soares 5429 PPL
Buiu 5419 PPL
Caio Mirabelli 5426 PPL
Carlos Leite 5460 PPL
Celso Pedreiro 5471 PPL
Claudia Marta da Saude 5414 PPL
Conceição Damazio 5405 PPL
Dr. Walmir de Lima 5455 PPL
Eduardo Costa da Saúde 5401 PPL
Eroci Pereira 5441 PPL
Evanil Firmino 5451 PPL
Fabio Cordeiro 5461 PPL
Fernando Siqueira 5454 PPL
Gilberto Pecunha 5415 PPL
Glorinha da Paz 5424 PPL
Helia da Rocha 5434 PPL
Irapuan Santos 5486 PPL
Jefferson da Pesca 5411 PPL
Jorge Marques 5430 PPL
Lap 5445 PPL
Leandro 5474 PPL
Leo Motorista 5450 PPL
Lucas Zubelli 5453 PPL
Mano Luizão 5459 PPL
Marcos Peixoto 5400 PPL
Maria da Conceição Medeiros 5417 PPL
Maria Ribeiro 5408 PPL
Moises d'luta 5423 PPL
Nancy Lino 5464 PPL
Nataly Ribeiro 5436 PPL
Neide Pereira 5407 PPL
Paulo Prata 5410 PPL
Rafael Canaan 5468 PPL
Rafael Valente 5467 PPL
Raul Fernando 5488 PPL
Reginaldo Guedes 5422 PPL
Robinho 5476 PPL
Robson Willian 5478 PPL
Ronaldo Ferreirao 5409 PPL
Sergio Marroim 5484 PPL
Val Martins 5404 PPL
Valtinho Motociclista 5498 PPL
Vaneide Carmo 5402 PPL
Vanessa Silva 5420 PPL
Vanise 5477 PPL
Washington Silva 5499 PPL
Zerinho Zerinho 5428 PPL
Andinho do Gas 2351 PPS
Camilo Sequeira 2333 PPS
Carminha Lima 2304 PPS
Cheiro Verde 2312 PPS
Diney Marins 2377 PPS
Flavio Cavalcanti 2332 PPS
Jana Cação 2330 PPS
Juan Carlos 2345 PPS
Juecio 2344 PPS
Marcelo Calero 2323 PPS
Marcelo Itagiba 2300 PPS
Miriam Inez 2346 PPS
Pr Claudina Tavares 2313 PPS
Sandro Araujo 2303 PPS
Alexandre Valle 2290 PR
Alfinho Pinheiro 2203 PR
Altineu Cortes 2269 PR
Andre Oliveira 2209 PR
Celio Santos 2291 PR
Chico Dantas 2245 PR
Comandante Alexandre Coelho 2274 PR
Deise Luci 2229 PR
Dica 2219 PR
Dinho da Farmácia 2200 PR
Dr. Paulo Cesar 2255 PR
Edson Pimenta 2234 PR
Eduardo Amorim 2211 PR
Elba Barcellos 2205 PR
Feliciano Jose 2273 PR
Luiz Carlos Ramos do Chapeu 2227 PR
Magno Rosa 2232 PR
Maninha da Saúde 2266 PR
Marcão Gomes 2277 PR
Roberta Souza 2217 PR
Robson Paes 2270 PR
Simone Clara 2233 PR
Soraya Santos 2222 PR
Stella Gaio 2240 PR
Tostão 2210 PR
Valdeir Barreto 2238 PR
Velho do Rio 2221 PR
Vinicius Roseira 2224 PR
Adilson Padrinho 1060 PRB
Alael Mozer 1050 PRB
Alcione Alves 1056 PRB
Alessando Sb Salva Brasil 1005 PRB
Alfeu Nicolau - Taxista 1013 PRB
Armando Pessoa 1034 PRB
Augusto Cesar 1018 PRB
Benedito Alves 1020 PRB
Carlos Leite 1040 PRB
Celso Rodrigues (Celsinho) 1014 PRB
Daniel Lima 1021 PRB
de Souza Florestal 1071 PRB
Dejorge Patrício 1001 PRB
Donina 1006 PRB
Dr. Edmilson Arêias 1023 PRB
Dr. Hugo Tristão 1090 PRB
Dr. Tadeu Silva 1007 PRB
Fabio Prudente 1041 PRB
Felipão 1025 PRB
Ferreira 1066 PRB
Genival do Jornal 1045 PRB
Geraldo Indio 1051 PRB
Gloria do Jeferson 1003 PRB
Guilherme Dias 1072 PRB
Ivan Inácio 1054 PRB
Ivan Macedo 1099 PRB
Jorge Braz 1011 PRB
Julio Gonçalves 1055 PRB
Karao 1070 PRB
Luciano de Jesus 1044 PRB
Lurdes 1027 PRB
Marcelo Crivella Filho 1000 PRB
Marcinho 1012 PRB
Marcio Pinto 1017 PRB
Maria Celsa 1091 PRB
Marlene Lopes 1098 PRB
Marquinho Desafio 1062 PRB
Maurizete Catarina 1039 PRB
Missionária Rosimeri 1019 PRB
Moisés - Gente da Gente 1002 PRB
Moreira Jard 1030 PRB
Nazinha do Povo 1046 PRB
Pastor Lenilson 1008 PRB
Penha Ramires 1024 PRB
Pessanha 1004 PRB
Prof Nilton Patricio 1037 PRB
Professor Davi Silva 1088 PRB
Professor Jorge Andrade 1058 PRB
Renata Neres 1068 PRB
Renato Dutra Enfermeiro 1036 PRB
Rosangela Gomes 1033 PRB
Rose do Rio 1015 PRB
Rubens Teixeira 1077 PRB
Silvia Cunha 1028 PRB
Tereza do Mtm 1048 PRB
Terezinha do Salão 1022 PRB
Thiago Soares 1065 PRB
Tia Norminha 1009 PRB
Vlade Guerra 1029 PRB
Wagner Montes 1010 PRB
Bornier 9000 PROS
Capitão Durval Ferreira 9001 PROS
Clarissa Garontinho 9044 PROS
Fabio Inove 9099 PROS
Felipe Bornier 9090 PROS
Jorge Bernardes 9054 PROS
Laurinho 9040 PROS
Nininho da Maré 9068 PROS
Paula Oliveira 9009 PROS
Rogério do Salão 9022 PROS
Rosangela Motta 9072 PROS
Teco Hortas 9012 PROS
Washington 9027 PROS
Alexandre David 4422 PRP
Amaro Bombeiro 4469 PRP
Ambrozioni 4439 PRP
Ana Azevedo 4437 PRP
Antonio José 4467 PRP
Arthur Araujo 4485 PRP
Assis da Mediação 4461 PRP
Barradas de Belford Roxo 4407 PRP
Beto Lima 4429 PRP
Carlos Macedo 4456 PRP
Cida 4409 PRP
Claudia Juçara 4492 PRP
Cláudia Verissimo 4479 PRP
Claudio Velloso 4413 PRP
Clementino Santos 4434 PRP
Cristina Capato 4498 PRP
Deucimar Talon 4441 PRP
Domingos Freitas 4419 PRP
Dr Luis Fernando 4400 PRP
Dr. Fernando 4433 PRP
Dra. Simone Souza 4445 PRP
Dudu Uga Uga 4499 PRP
Edilan do Celular 4411 PRP
Erica Nascimento 4440 PRP
Evangivaldo Alves 4414 PRP
Fernanda do Guandu 4417 PRP
Franciane Campos 4490 PRP
Francis do Guandu 4401 PRP
Gegê do Açougue 4444 PRP
Gil Vidal 4474 PRP
Gilson Cunha 4404 PRP
Huguinho 4423 PRP
Isaque Nascimento 4408 PRP
Jéssica do Cuide-Se Bem 4421 PRP
João Carlos - Jk 4412 PRP
Jorge de Souza 4452 PRP
Julio Fortes 4462 PRP
Lásaro da Cruz Branca 4475 PRP
Leomar de Castro 4496 PRP
Lidia Santos 4480 PRP
Luana da Auto Escola 4431 PRP
Lucio de Deus 4464 PRP
Maninho do Jornal da Baixada 4473 PRP
Marcelle Cozzolino 4477 PRP
Marcos Zoréia 4435 PRP
Marizete Kuhn 4403 PRP
Martins 4415 PRP
Mestre Garnisé 4478 PRP
Missionaria Nazaré Mendonça 4406 PRP
Niltinho Neto 4491 PRP
Onildo Ramos 4402 PRP
Paulo Barata 4432 PRP
Paulo de Aquino 4420 PRP
Professor Jeferson Ramos 4482 PRP
Ricardo da Karol 4458 PRP
Rogério da Maquina 4410 PRP
Rolan 4465 PRP
Ronaldo Russo 4418 PRP
Ruzio Farmy 4489 PRP
Serginho de Corrêas 4430 PRP
Sueli de Barros Cabral 4466 PRP
Téssia Lônica 4416 PRP
Val Tramontano 4457 PRP
Venissius 4450 PRP
Vicente Reis 4460 PRP
Vilela 4436 PRP
Wladimir Garotinho 4488 PRP
Zé Ninguém 4455 PRP
Zezé de Rocha Miranda 4484 PRP
Abilio Maciel 2812 PRTB
Adilio Saraiva 2899 PRTB
Agente Carlos Vaz O Tricolor 2840 PRTB
Angelica do Chando 2816 PRTB
Antonio Mamede 2818 PRTB
Cabo Correa 2852 PRTB
Cap Barbara 2802 PRTB
Chininha 2800 PRTB
Ciro Borba 2801 PRTB
Clay Fuly 2865 PRTB
Dalbonio 2824 PRTB
Diva Gomes 2827 PRTB
Elaine Torres 2815 PRTB
Fabio Aguiar 2810 PRTB
Fábio da Paz 2885 PRTB
Felipe Brasileiro 2870 PRTB
Fernanda França 2861 PRTB
Gabriela Andrade 2887 PRTB
Helimar Azevedo 2881 PRTB
Igor Porto 2855 PRTB
Ita 2836 PRTB
Jaquelene 2832 PRTB
Jean Gigante 2856 PRTB
Jimmy Pereira 2833 PRTB
João Ferreira 2838 PRTB
Lucio Arruda 2889 PRTB
Marcelo do Taxi 2829 PRTB
Marco André 2860 PRTB
Marise Menezes 2848 PRTB
Marquinho do Seguro 2830 PRTB
Marquinho Nobrega 2817 PRTB
Miriam Siqueira 2898 PRTB
Monique Louzada 2821 PRTB
Ney Silva 2822 PRTB
Patrócoa Valéria 2814 PRTB
Paulo Ferreira 2882 PRTB
Prof. Bruno Nascimento 2891 PRTB
Professora Amandala 2826 PRTB
Raquel Lucena 2813 PRTB
Rev. Rinaldo 2879 PRTB
Ricardo Nascimento 2811 PRTB
Ricardo Soares 2809 PRTB
Robinho Pelé 2808 PRTB
Rodrigo Guedes 2844 PRTB
Rodrigo Souza 2828 PRTB
Rosana Nascimento 2890 PRTB
Rosi Teixeira 2819 PRTB
Seu Andrade 2820 PRTB
Subten Silva Nunes 2880 PRTB
T.coronel Busnello 2845 PRTB
Tio Angelo 2850 PRTB
Valter Vasconcelos 2888 PRTB
Alessandro Molon 4040 PSB
Alexandre Miranda 4061 PSB
Bene do Laranjão 4037 PSB
Cássia Martins 4077 PSB
Dr Emanuel Torquato 4044 PSB
Dr. Gusmão 4060 PSB
Fabio Brunelli 4050 PSB
Fátima Cidade 4012 PSB
Gustavo Ferreira 4010 PSB
Hugo Boaventura 4001 PSB
Juarez da Fisioterapia 4099 PSB
Lisiane Mutti 4033 PSB
Lobão 4030 PSB
Marco Rodrigues Jr 4020 PSB
Nilton Salomão 4004 PSB
Ramon Carrera 4080 PSB
Roberto Medina 4024 PSB
Sylvio Gouvêa 4066 PSB
Alex Brisola 2074 PSC
Alexandre Vieira 2026 PSC
Bady Machado 2040 PSC
Cavadas 2019 PSC
Claudia Jurema 2007 PSC
Claudia Marques 2032 PSC
Cleber Cravo 2095 PSC
David Santos 2034 PSC
Diny Menezes do Acaraje 2027 PSC
Dr. Vailson Lessa 2022 PSC
Dra. Glauce Fernandes 2031 PSC
Dra. Lenir Fortunato 2018 PSC
Emanoel Jesus 2042 PSC
Erondina 2028 PSC
Fabiolla Moraes 2017 PSC
Fernandao Ferroviario 2077 PSC
Filipe Pereira 2020 PSC
Flavio Pacca 2038 PSC
Francelino Paes 2065 PSC
Gilberto Rodoviario 2003 PSC
Gilson Ribeiro 2094 PSC
Inêz Barbosa 2004 PSC
Iracema Tulsen 2072 PSC
Ivan Figueredo 2056 PSC
Jailton do Nascimento 2008 PSC
Liliane Chiapetta 2009 PSC
Luis Mauro 2000 PSC
Macabu 2036 PSC
Madruga 2090 PSC
Marcelo Viana 2021 PSC
Marcos André Abençoado 2035 PSC
Maria Amur 2033 PSC
Moises Messias 2051 PSC
Nilton Vizinho 2079 PSC
Otoni de Paula 2050 PSC
Pastor Adriano Silva 2014 PSC
Pastor Lazaro Azevedo 2091 PSC
Pastor Vanderlei do Kairos 2093 PSC
Pastora Leninha 2063 PSC
Pp 2088 PSC
Professor Gustavo Jorge 2080 PSC
Professor Joao Neves 2010 PSC
Raminho 2011 PSC
Roberto Motta 2030 PSC
Roselene Martins 2060 PSC
Sergio Brito 2016 PSC
Silvania Velasco 2076 PSC
Silver Oliveira 2055 PSC
Tc Coronel J Villar 2005 PSC
Terra 2025 PSC
Thiago Ribeiro 2070 PSC
Tia Célia 2075 PSC
Tiago Prates 2015 PSC
Victor de Almeida 2002 PSC
Zaida Manhaes 2023 PSC
Zé Bonitinho 2044 PSC
Alan Machado 5524 PSD
Alexandre Cardoso 5540 PSD
Alexandre Serfiotis 5570 PSD
Alfredão 5551 PSD
Allan Caldas 5577 PSD
Almeida 5545 PSD
Anderson da Saúde 5512 PSD
André Cervejeiro 5508 PSD
Andreia Zito 5545 PSD
Avila 5523 PSD
Bebel 5506 PSD
Bernard Tavares 5500 PSD
Beto Moreira 5565 PSD
Borges 5522 PSD
Carlinhos Jacaré 5560 PSD
Carlos Henrique 5596 PSD
Consuelo Machado 5599 PSD
Debora Oliveira 5544 PSD
Dr. Magnelson 5515 PSD
Dr. Veloso 5513 PSD
Dudu Soares 5530 PSD
Eliseu Kessler 5566 PSD
Fernandinho Shangrilá 5526 PSD
Flavia Santana 5584 PSD
Flordelis 5593 PSD
Gué da Nova Aurora 5572 PSD
Helen Barreto 5525 PSD
Hugo Leal 5510 PSD
Isac do Emprego 5503 PSD
Jaqueline Gomes 5514 PSD
Jones Moura 5511 PSD
Kinho 5528 PSD
Leila do Gás 5504 PSD
Lilian Anacleto 5518 PSD
Marcelo Mérida 5520 PSD
Marcia Martinelli 5516 PSD
Marcio Dutra 5573 PSD
Marco Antonio Toto 5517 PSD
Michel Vidal 5550 PSD
Mirian Pacheco 5567 PSD
Monique Barbosa 5578 PSD
Morgana Rodrigues 5507 PSD
Neinha Povão 5564 PSD
Nelson Gonçalves 5590 PSD
Nelson 5543 PSD
Nilson Duarte 5556 PSD
Norma Demuner 5502 PSD
Orelha do Povo 5571 PSD
Pedra 5569 PSD
Pedro Augusto 5580 PSD
Pedro Rafael 5505 PSD
Professor Calvinho 5585 PSD
Professor Edmilson Martins 5582 PSD
Rafael Gemeos 5591 PSD
Reinaldo de Almeida 5501 PSD
Ricardo Gente Boa 5534 PSD
Rosana Rosa 5588 PSD
Rosiel Lima 5561 PSD
Sandro Matos 5555 PSD
Tereza da Mariçaba 5581 PSD
Thatiana Carvalho 5541 PSD
Wilians Valente 5552 PSD
Andre Ricardo 4523 PSDB
Aurelio Valporto 4563 PSDB
Auzilene Tanaka 4522 PSDB
Coronel Costa Fernandes 4590 PSDB
Diogão Bem Melhor 4544 PSDB
Dra. Adaleia 4551 PSDB
Eduardo Badu 4507 PSDB
Joao 4588 PSDB
Jorge Aquiles 4569 PSDB
Lica do Sao Roque 4567 PSDB
Lisiane Senna 4531 PSDB
Luiz Barreiros 4533 PSDB
Misaias Machado 4520 PSDB
Monica França 4512 PSDB
Otavio Leite 4555 PSDB
Paulo Cabelo 4566 PSDB
Rodrigo Borges 4511 PSDB
Sonia Martha Menezes 4554 PSDB
Teresa Bergher 4525 PSDB
Thedim 4545 PSDB
Valtair Campos 4577 PSDB
Alessandro Lima 1799 PSL
Alexandre Martins 1703 PSL
Alexandre Prado 1776 PSL
Aline Lopes 1734 PSL
Altaisa Teixeira 1708 PSL
Ana Cristina 1710 PSL
Aquino do Papa 1722 PSL
Arilson de Carvalho 1773 PSL
Bambam Naval 1772 PSL
Capitão Mateus 1766 PSL
Carlos Franco 1754 PSL
Carlos Jordy 1777 PSL
Carolina Lacerda 1780 PSL
Chagas Bola 1707 PSL
Charlo Ferreson 1709 PSL
Chris Tonietto 1714 PSL
Claus Rohr 1765 PSL
Clébio Lopes Jacaré 1712 PSL
Comandante Ribeiro Afonso 1704 PSL
Comandante Sarmento 1702 PSL
Comandante Sergio Weydt 1747 PSL
Coronel Barros 1734 PSL
Cristiane Carvalho 1729 PSL
Daniel Lucio da Silveira 1796 PSL
Danilo Bastos Jr 1727 PSL
Delegado Antônio Furtado 1793 PSL
Delegado Felício Laterça 1767 PSL
Doutor Jorge Lucena 1731 PSL
Doutora Edianne Abreu 1790 PSL
Dra. Elizabete Sutter 1732 PSL
Eliana Pinheiro 1706 PSL
Fabiano Oliveira 1733 PSL
Fátima Valladares 1757 PSL
Gabriela Azevedo 1737 PSL
Gegê 1725 PSL
Guiomar Lacerda 1740 PSL
Hélio Bolsonaro 1720 PSL
Jackson Wagner 1735 PSL
Jane 1744 PSL
Joaquim Rodrigues 1751 PSL
Lourival Gomes 1789 PSL
Luciana Ramos 1756 PSL
Luiz Lima 1717 PSL
Major Fabiana 1746 PSL
Marcello Bittencourt 1721 PSL
Marcelo Dias 1774 PSL
Márcio Labre 1752 PSL
Marcus Vinicius 1755 PSL
Mauricio Price 1715 PSL
Papinha 1700 PSL
Pastor Sérgio Leite 1719 PSL
Paula Porto 1782 PSL
Paulo Santana 1760 PSL
Pedro Werneck 1775 PSL
Pr. Alex Conçalves 1723 PSL
Professor Franklin Santos 1701 PSL
Professor Joziel 1716 PSL
Raquel Stasiaki 1718 PSL
Ricardo Pericar 1705 PSL
Rodrigo Triane 1787 PSL
Rommel 1770 PSL
Sandro de Moura 1778 PSL
Sargento Etiene 1764 PSL
Sargento Firmino 1741 PSL
Sargento Gurgel 1798 PSL
Soninha Miranda 1788 PSL
Sub Oficial Bonifácio 1750 PSL
Subtenente Bombeiro Valdelei 1758 PSL
Tio Carlinhos 1713 PSL
Alan Maia 5030 PSOL
Alceu Totti Alceu Dispor 5090 PSOL
Anderson Quack 5009 PSOL
André Tenreiro 5025 PSOL
Arlete Bancária 5004 PSOL
Augusto Perillo 5040 PSOL
Babá 5051 PSOL
Baby 5088 PSOL
Beto Jr 5016 PSOL
Carlos Beko 5015 PSOL
Carolina Cacau 5022 PSOL
Cintia Teixeira 5012 PSOL
Danilo Funke 5018 PSOL
David Miranda 5000 PSOL
Enfermeira Isabel Vieira 5036 PSOL
Enita Souto 5059 PSOL
Fernanda de Faria Queiroz 5044 PSOL
Fernanda Lima 5054 PSOL
Francidelia Gomes 5003 PSOL
Gio Capano 5070 PSOL
Glauber Braga 5080 PSOL
Izabel Firmino 5033 PSOL
Jean Wyllys 5005 PSOL
Joel Santos 5006 PSOL
Jorge Costa 5066 PSOL
Jullia Turrini 5060 PSOL
Lady Chokey 5020 PSOL
Luciana Araujo 5002 PSOL
Luciana Boiteux 5008 PSOL
Luiz Carlos Casado 5024 PSOL
Marcelo Freixo 5050 PSOL
Marcos Andrade 5019 PSOL
Naide Ribeiro 5056 PSOL
Nilton dos Anjos 5007 PSOL
Passarinho 5013 PSOL
Paulo Eduardo Gomes 5001 PSOL
Paulo Vieira 5052 PSOL
Pedro Correa 5017 PSOL
Prof. Fabiano 5029 PSOL
Prof. Jeferson Barros 5045 PSOL
Professor Marcos Ribeiro 5053 PSOL
Professora Leci 5011 PSOL
Renato Cinco 5055 PSOL
Robertinho 5034 PSOL
Rodrigo Cosenza 5021 PSOL
Talíria Petrone 5077 PSOL
Tatiana Roque 5010 PSOL
Wladimir Mutt 5099 PSOL
Vinicius Camargo 1616 PSTU
Adilson Pires 1320 PT
Afonso Almeida 1327 PT
Alberto Sensato 1345 PT
Benedita da Silva 1377 PT
Celso Pansera 1301 PT
Dra Lucia Costa 1370 PT
Façanha 1330 PT
Geraldo Meneses 1369 PT
Graça do Pt 1367 PT
José Maria Rangel 1350 PT
Luiz Dantas 1399 PT
Luiz Sergio 1312 PT
Maestro Paulo Paganini 1354 PT
Paulão da Saude 1300 PT
Pedrosa 1340 PT
Professor Leão 1321 PT
Psicologo Marinaldo 1331 PT
Quaqua 1313 PT
Reimont 1333 PT
Rodrigo Mendonça 1314 PT
Rogeria Carvalho 1347 PT
Rose da Silva 1389 PT
Simone Saturnino Braga 1382 PT
Verônica Lima 1358 PT
Wadih Damous 1322 PT
Cardoso Gugu 1417 PTB
Carlos Siqueira 1418 PTB
Cristiane Brasil 1414 PTB
Deley 1456 PTB
Dr. Zaluar 1452 PTB
Dra. Andreia Pádua 1484 PTB
Drigão 1400 PTB
Instrutor Bosoroy 1432 PTB
Jefferson Leite 1477 PTB
Leonardo Mello 1455 PTB
Lil 1420 PTB
Maria José 1423 PTB
Paulo Roberto Tiquinho 1421 PTB
Zico 1412 PTB
Alex 3651 PTC
Chico Jesus 3622 PTC
Daniel Tourinho 3636 PTC
Dirlandis Cardoso Primo Pobre 3600 PTC
Dr Jose Luiz 3617 PTC
Dr Lucia Donato 3624 PTC
Emmanuella Rioboo 3650 PTC
Gerson Chamusca 3656 PTC
Helcio Angelo 3611 PTC
Ito Melodia 3678 PTC
Ivete Conceicao 3686 PTC
Jennifer Araujo 3620 PTC
Jose Carlos Modesto 3676 PTC
Julinho 3601 PTC
Luiz Jequitinhanho 3615 PTC
Marcelo dos Moveis 3606 PTC
Marcio Green 3655 PTC
Marcus Athila 3677 PTC
Maria Ines Brizola 3633 PTC
Pastor Dione 3670 PTC
Rafael Soares 3663 PTC
Regina Tosta 3612 PTC
Ruy Wood 3607 PTC
Sheila da Saude 3630 PTC
Silvio Charuto 3669 PTC
Soel 3610 PTC
Tiquinho 3644 PTC
Vanderlei Fernandes 3613 PTC
Waguinho Anabal 3690 PTC
Aida 4310 PV
Alan Mota 4377 PV
Arildo Mendes 4343 PV
Carlos Nunes 4369 PV
Claudia Mota 4366 PV
Daniel Marques 4333 PV
Dora Cordeiro 4367 PV
Dr Edésio 4300 PV
Evalcir Santos 4399 PV
Fabiano Carnevale 4321 PV
Gerson Barros 4345 PV
Gerson Dantas Fuca 4374 PV
Gilza Freire 4327 PV
João Paulo da Solda 4313 PV
Mago Vilnelison Tavares 4353 PV
Mariozito Bittencourt 4336 PV
Maurilio Telemarketing 4334 PV
Milton Gil 4306 PV
Professor Jorge Barros 4370 PV
Ramires Duarte Stop Corruption 4311 PV
18 1820 REDE
Caio Sampaio 1800 REDE
Catarina Meirelles 1852 REDE
Eduardo Bandeira de Mello 1818 REDE
Espeto 1802 REDE
Fabio da Padaria 1899 REDE
Fabricio Lirio 1877 REDE
Gilvan 1822 REDE
Giowana Cambrone 1881 REDE
Humberto Adami 1837 REDE
Marivaldo Silverio 1801 REDE
Nidia de Sá 1888 REDE
Rafael Adonis 1843 REDE
Renata Santana 1844 REDE
Solange Pacheco 1819 REDE
Adrian Mussi 7720 SOLIDARIEDADE
Aureo 7733 SOLIDARIEDADE
Cleide Oliveira 7797 SOLIDARIEDADE
Coronel Caldas 7762 SOLIDARIEDADE
Coronel Edson 7722 SOLIDARIEDADE
Delegado Federal Marcelo 7711 SOLIDARIEDADE
Dinha Kordash 7718 SOLIDARIEDADE
Dr. Washington Rosa 7723 SOLIDARIEDADE
Elenice Alves 7789 SOLIDARIEDADE
Eliseu Duarte 7780 SOLIDARIEDADE
Fabio Gideão 7738 SOLIDARIEDADE
Iranildo Campos 7717 SOLIDARIEDADE
Jan Viana 7772 SOLIDARIEDADE
Jane Debora 7757 SOLIDARIEDADE
Janete Vieira 7773 SOLIDARIEDADE
Lu Mello 7702 SOLIDARIEDADE
Luciano Leal Tavares 7708 SOLIDARIEDADE
Luiz Motta 7745 SOLIDARIEDADE
Marcelo Modesto 7787 SOLIDARIEDADE
Marcio Andrade 7755 SOLIDARIEDADE
Marilene Dias 7705 SOLIDARIEDADE
Mauro da Gloria 7760 SOLIDARIEDADE
Mc Tikão 7700 SOLIDARIEDADE
Miria da Agricultura 7799 SOLIDARIEDADE
Pastor Flavio Cajueiro 7715 SOLIDARIEDADE
Profº Rogerio Duarte 7707 SOLIDARIEDADE
Rachel Ferraz 7777 SOLIDARIEDADE
Robinho do Raio X 7732 SOLIDARIEDADE
Silvia Estefaneli 7730 SOLIDARIEDADE
Tio Carlos 7788 SOLIDARIEDADE
Trovão do Telemarketing 7766 SOLIDARIEDADE
Vc . Vieira da Costa 7710 SOLIDARIEDADE
Wellington Vicente 7776 SOLIDARIEDADE
Zoinho 7770 SOLIDARIEDADE