quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Eu desafio Lula a responder o que significa “tábula rasa”

“Setores partidários e da imprensa fazem tábula rasa de sagrados princípios do Estado de Direito.”

Eu dou a ele uma viagem só de ida à Coréia do Norte - ou a Cuba, para comemorar a babaquice oficializada de ontem - se responder. Pode até estudar antes, mas duvido que ele aprenda.

Pois é, esse foi o discurso do cara em uma solenidade, no Ministério da Justiça, em homenagem aos dez anos da reforma do Judiciário e à criação do Conselho Nacional de Justiça. Mas a troco de quê, se ele é um sujeito que não tem a menor noção do que seja Justiça, muito menos do que são “sagrados princípios do Estado de Direito”? Se ele é um mentiroso contumaz que enquanto poder foge da mesma? Se entre as coisas que se orgulha está o fato do irmão mais velho roubar mortadela na padaria onde trabalhava para dar um prazer à sua família?

E ele falou mais ainda:

“Nesse momento em que se realizam investigações capazes de conduzir ao expurgo de práticas ilícitas de corruptos e corruptores, há setores que se lançam à manipulação da denúncia e ao vazamento seletivo de inquéritos com indisfarçável objetivo político-partidário (…). Pessoas e instituições investigadas tornam-se alvo de prejulgamento público sem acesso proporcional ao direito de defesa.”

Ora, vai tomar no centro para não gastar as beiradas! Desde quando esse energúmeno usa essas expressões? Desde quando esse apedeuta sabe o que é ou utilizaria “expurgo” em uma fala.

E fico por aqui para não me cansar de tanta hipocrisia.

Não, eu não quero nem falar no teor do discurso, idiota e mentiroso como tudo que sai do PT e desse canalha, mas apenas no simples fato do Ministério da Justiça tê-lo convidado para discursar no convescote, demonstrando o pouco apreço que o governo do PT tem a esse órgão, que deveria ser, hoje, pelo menos, o mais importante do Estado. A começar por botar um panaca como ministro.

Um comentário:

  1. (argento - sob captcha) ... "teoria das cordas, talvez? ...

    ResponderExcluir