terça-feira, 8 de outubro de 2013

A baboseira dos OVNIs

Tem gente que padece de falta do que fazer e, com a falta do que fazer, o cérebro normalmente acaba sendo ocupado por besteiras. “Mente vazia, oficina do diabo”, diziam os antigos, com muita propriedade. Mas o pior é que muitas vezes essas besteiras acabam fazendo sucesso, de tão estapafúrdias que são.

Uma delas, epidêmica, é a questão dos extraterrestres. Fico pasmo quando assisto a TV - como hoje - e vejo senhores aparentemente sérios asseverarem legitimidade a abduções, aparições, contatos de primeiro, segundo, terceiro e enésimo grau, chupa-cabras e por aí afora.

O History Channel é hoje o líder desse tipo de besteirol e parece que aposta nas teorias sobre a evolução humana ser obra de ETs, com vários documentários a respeito no programa “Alienígenas do Passado”, que tem como apresentador a figurinha difícil de Giorgio Tsoukalos, ele mesmo parecendo um alienígena de cinema, fato que por si só já dá ares de comédia ao programa.

Não sei qual é o montante de dinheiro que gira em torno das “pesquisas”, “estudos” e divulgação dessa baboseira, só sei que é muito grande, mas, longe de querer parecer politicamente correto, tenho certeza que ele seria melhor aplicado em coisas factíveis, como pesquisas em células-tronco ou mesmo em um remédio que cure a ressaca.

Afinal, o que querem esses tontos? Qual seria a vantagem que a humanidade poderia obter se ficasse provado que pelo menos uma aparição atual de um OVNI fosse verdadeira? Digo atual porque é impossível provar que no passado, mesmo o mais recente, fomos visitados por ETs.

Além disso há um detalhe fundamental que essa “teoria” de visitas extraterrestres não aborda - pelo menos eu nunca soube de uma explicação a respeito: como é que os ETs conseguem vencer a distância que separa a Terra, pelo menos, do primeiro sistema que pode abrigar vida, o da estrela Tau Ceti, parecida com o Sol que fica a 12 anos luz daqui e tem um planeta muito parecido com o nosso em sua zona habitável? Isso, partindo do princípio que essa “Terra” seja realmente, habitada e que tenha um grau de evolução de vida elevadíssimo - probabilidades remotíssimas - que permita seus habitantes percorrer 113,52 trilhões de quilômetros impunemente.

Enfim, essa praga ufológica é uma religião - mais uma - e não passa disso. Assim como o espiritismo relata aparições e ectoplasmas, os católicos enxergam Nossa Senhora em reflexos de janelas e em formas de nuvens, os evangélicos não vêm nada porque são todos cegos, os “ufófilos” também têm seus dogmas e também vêm “discos voadores” e bonequinhos verdes.

14 comentários:

  1. Eu também sou cético em relação às supostas visitas de extraterrestres, mas sou curioso em relação ao fenômeno dos objetos voadores não identificados. A maioria tem explicação, mas uma pequena parte não se enquadra em nada que se conheça, fato admitido por autoridades de vários países (recentemente a Inglaterra abriu seus registros, admitindo que estuda o fenômeno).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema, Carlos, é que não há sequer uma prova concreta que garanta a veracidade de uma - uma só - aparição de OVNIs.. Eu também sou curioso a respeito - já fui muito mais - tanto que às vezes ainda perco meu tempo vendo os delírios dessa gente.

      Na roça eu já vi "coisas" do tipo, e que eu não posso explicar, mas nem por isso vou afirmar que eram ETs. Não me esqueço da primeira vez que vi o tal do fogo-fátuo quando saía de meu trabalho em uma construção na Barra da Tijuca, um fogo azulado que sai do solo e que é a combustão de gases provenientes da decomposição de matérias orgânicas. Passei dias meio apavorado com aquilo sem explicação até que, em companhia de quem conhecia o terreno, um engenheiro que me disse do que se tratava, vi pela segunda vez.

      E assim são as visões dos supostos OVNIs: sem explicação, dão margem à livre imaginação.

      Excluir
    2. Prova da aparição de OVNIs existem aos montes, acho que a mais bem documentada foi a onda de 1990, na Bélgica, que mais de 13.000 pessoas dizem ter visto, e até a própria Força Aérea belga acompanhou de forma oficial e ostensiva, inclusive com registros nos radares. Com certeza não dá pra dizer que eram ETs ou o quer que seja, já que nenhum foi interceptado, mas algo havia. Foram descartados os suspeitos usuais: balão, avião, meteoro, raio tubular, e até hoje os relatórios sobre as aparições são inconclusivos.

      Excluir
  2. O Chanel History que eu tenho acesso nunca vi um documentario sobre o assunto. O Discovery sim, mas o History, jamais. Sao documentarios brasileiros?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ancient Aliens is an American television series that premiered on April 20, 2010 on the History channel.[1] Produced by Prometheus Entertainment, the program presents hypotheses of ancient astronauts and proposes that historical texts, archaeology and legends contain evidence of past human-extraterrestrial contact.[2][3] The show has been criticized for presenting pseudoscience and pseudohistory.

      Excluir
  3. Sexta e sábado só dá programa de aliens e ovnis no History Channel, o Giogio, da foto que ilustra o post já virou motivo de piada no canal. Acho que são programas americanos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ancient Aliens is an American television series that premiered on April 20, 2010 on the History channel.[1] Produced by Prometheus Entertainment, the program presents hypotheses of ancient astronauts and proposes that historical texts, archaeology and legends contain evidence of past human-extraterrestrial contact.[2][3] The show has been criticized for presenting pseudoscience and pseudohistory.

      Excluir
  4. Não, não são brasileiros, Theresa.

    ResponderExcluir
  5. Sobre este importantíssimo tema, pesquisas da mais alta qualidade conseguiram descobrir os seguintes fatos: quando alguém está usando uma câmera (filmadora ou fotográfica) e um inseto passa na frente da lente, fica registrado um OVNI, conhecido cientificamente como Inseto Voador Não Identificado. Mas também pode ocorrer de estar passando um avião, que devido à distância fica completamente fora de foco, neste caso registra do OVNI conhecido como Avião Voador Não Identificado. Já foram comprovados casos de Fio de Cabelo Não Identificado, Grampo de Varal Não Identificado, Reflexo no Vidro Não Identificado e tem até um caso de Igreja Não Identificada. Este último caso é muito interessante, pois quando a igreja inaugurou, ligando as luzes pela primeira vez, muitos filmaram, fotografaram e acreditaram ter visto uma naves extraterrestre, mas nenhum deles percebeu que a "nave" continuou aparecendo regularmente, no mesmo lugar durante anos.

    ResponderExcluir
  6. Curioso é q agora, onde até uma criança de cinco anos tem um celular com câmera de alta definição não haja tantas fitos ou aparições deste ditos fenômenos. Nos anos 70 e 80 ficou comprovado que a maioria destes objetos eram aviões ou os chamados drones utilizados na guerra fria Eua e a ex-URSS. O ser humano é crédulo por natureza ou simples ignorância. Ha uma semelhança muito similar entre acreditar em ET's e duendes etc. O ser humano adora uma explicação sensacionalista para preencher seu vazio existencial. Tem sempre esperança de que seres superiores venham a humanidade de suas misérias .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chama-se preguiça mental. Os outros pensam pelos idiotas, muito mais atraídos pelo "realismo fantástico" do que pela realidade lógica, onde não há espaço para fantasias.

      Excluir
    2. (argento) ... embora a "Realidade Lógica" contribua, e muito, para o realismo (olhaí o "Ismo") fantástica ...

      Excluir
  7. Acho que esses programas do History são programas normais de entretenimento... apresentam temas que instigam a curiosidade das pessoas (fãs de Arquivo X ou não). Os programas fazem o que todo programa de tv faz... lança conteúdo de entretenimento... se as pessoas acreditam ou não é outra coisa... Já assisti várias vezes e acho interessante... assim como aqueles que falam da mitologia grega que contam como viviam os antigos deuses... pra mim é só entretenimento... é como assistir um filme, uma série, uma novela...

    ResponderExcluir