quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Idiota quer 10% das vagas dos concursos públicos em Minas para dependentes químicos - Não falta muito, gente normal não vai poder mais trabalhar

Diante da escassez de investimentos públicos para os tratamentos de usuários de drogas no Estado e da alta taxa de ocupação das vagas públicas destinadas a esse tipo de abordagem, Minas poderá adotar uma medida polêmica: reservar 10% das vagas em concursos públicos no Estado para dependentes químicos.

A sugestão foi feita pelo presidente da Comissão de Enfrentamento ao Crack, o deputado estadual Vanderlei Miranda (PMDB), durante o ciclo de debates Um Novo Olhar sobre o Dependente Químico, encerrado, ontem, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), na capital. “Fomos muito cobrados de que o poder público não ajuda na reinserção de usuários de drogas. Sugeri isso ao governo, mas ainda não obtive resposta para decidirmos o que fazer”, afirmou.

Sugestão aos brancos heterossexuais não drogados que querem emprego no setor público: tomem bastante sol, deem a bunda à vontade, mesmo a contragosto e droguem-se até ficarem lesados (se não morrerem antes). A merda deve ser cumulativa: 10% para negros, 10% para viados e 10% para drogados. Obedecendo aos três quesitos você vai ter uma vantagem considerável!

3 comentários:

  1. Respostas
    1. Verdade, Milton, não deixa de ser. Agora só falta nós tomarmos sor e darmos a bunda...

      Excluir
    2. Sor é dose! Virei mineiro, uai? Sol!

      Excluir