segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Breno Altman, “estrategista” do PT, propõe horário sindical gratuito na TV e proibição de bancos privados

O Antagonista repercutiu uma notícia do Estadão informando que os “melhores quadros” do PT estão elaborando os documentos que serão apresentados no 6° Congresso do partido.

Um desses “melhores quadros” é Breno Altman, acusado pela Lava Jato de ter negociado a propina de 12 milhões de reais para Ronan Maria Pinto.

Breno Altman é o responsável pela “Estratégia” do PT.

Segundo o Estadão, ele “sugere a elaboração de um novo programa partidário que serviria de base para um eventual novo governo petista, com propostas como a proibição de bancos privados, limites regionais para propriedades rurais, desmilitarização da polícia, descriminalização do aborto, mandato de 8 anos para juízes dos tribunais superiores e a criação de uma Lei de Meios com um Fundo de Defesa da Liberdade de Imprensa e o horário sindical gratuito na TV”.

Bom, essa josta nem precisaria de comentários, mas um Fundo de Defesa da Liberdade de Imprensa vinculado a uma Lei de Meios é um autêntico oximoro, de tão absurdo. Isso sem falar no horário sindical gratuito na TV e na proibição de bancos privados.

Seu Breno, vá...


Um comentário:

  1. Com uma estratégia dessas,eu nem sairia de casa para comprar cigarros.

    ResponderExcluir