quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Quem é Weverton Rocha, o energúmeno canalha que, junto com mais 312 vagabundos, esculhambou as dez medidas contra a corrupção

video

6 comentários:

  1. Ricardo, o Ministério Público e o Judiciário tem tanto interesse em esculhambar o combate à corrupção, quanto o legislativo e o judiciário. Não se iluda, só porque existe uma parte das instituições que é decente, talvez até seja a maioria, mas os inescrupulosos dominam. Eu tenho documento para provar isso, o glorioso jornalismo brasileiro só não mostra os documentos que tenho, por que são tão sem escrúpulos quanto aqueles que fingem combater.

    ResponderExcluir
  2. No momento se fala especificamente da Lava Jato e dos procuradores e juízes envolvidos, sobre os quais não pairam motivos para desconfiança.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quer dizer que não pairam motivos para desconfiança sobre o Janot e procuradores que ZELAM pelos processo que existem contra o RENAM CALHEIROS e de outros ilustres personagem? Quer dizer que não houve nenhum vazamento das operações do grupo de Curitiba, alertando os investigados?

      Puxa vida, eu sou mesmo paranoico.

      Excluir
    2. Oito processos contra o Renan estão nas mãos do Supremo e dois em Tribunais Regionais. Não dependem do Janot.

      STF - Petição nº 5617/2015
      STF - Inquérito nº 4216/2016
      STF - Inquérito nº 4215/2016
      STF - Inquérito nº 4213/2016
      STF - Inquérito nº 3989/2015
      STF - Inquérito nº 3984/2015
      STF - Inquérito nº 3993/2015
      STF - Inquérito nº 2593/2007
      TRF-1 - Seção Judiciária do Distrito Federal - Ação civil pública nº 0060664-26.2014.4.01.3400
      TRF5 - Apelação cível nº 0000163-34.2012.4.05.8002

      Quanto a vazamentos, são inevitáveis, mas não me consta que alguém tenha deixado de ser preso por causa deles.

      Excluir
  3. (argento - Só no Brasil, Traficante cheira, puta goza e réu julga juiz) ... perguntinha sacana: será que nossos lideres políticos são confiáveis?

    ResponderExcluir